QUEM COMO DEUS…NINGUÉM COMO DEUS “Chamado a luz, sal e terra [ Sede bendito, Senhor… Ensinei – me Vossas leis,Sl 118”]

A comunhão, é o sinal de aliança com Deus, Cristo que se oferece santificado, isso ( Papa Francisco G.Exs, 2017). Nesta perspectiva de sintonia com Jesus, no galgar de estar no corpo místico de Cristo de mais irmãos (as) mais cristãos.

Sintonizado com Deus, neste constructo de cristã, em caminho, a serviço como mulher leiga de compromisso em Jesus é por fazer parte mística no cristal Cristiano CVX , em alinhamento por carisma de formação para forme – me diante sintonia com o Senhor, ser multiplicante do Evangelho e amados da gratuidade do amor divino, amantes do senhorio. A serviço, formar daqueles que um caminho nutrem seguir: O caminho, a verdade, é a vida( Jo, 44-5).

A cristã, traz – nos uma divina concepção de estilo de ser em vida, na perspectiva, sermos cristãos, por estima, em ser amor pelo amor à Jesus, no projeto de Salvação. Assim podemos ser e nutrir outros enquanto em imagem é semelhantes em Deus, por em Deus conosco. Contrito nas bases do Cristianismo Católico Apostólico Romano:

  • Comunhão com à Igreja Cristo;
  • Observar passos firmes de cristãos fiéis crentes com fé;
  • Seguir orientações de presença e pertença corpo místico de cristo -Igreja;
  • Assumir carisma (Talentos e dons ministeriais de evangelização e apostólico e profissional no compromisso ético e moral, enquanto membro a serviço e também comunitário fraterno;
  • Conhecer à Deus, exisge – nos formação, ao conhecimento divino,8 também para formar irmãos ativa, em comunidade nos espaços e ambientes que congregamos Igreja;
  • Ser comunidade enquanto leiga(o), com fraternidade à caminho presente um loco, requer de cada um, o sim de compromisso, simples e comum, mais fiel;
  • Ser igreja leiga(o), em celebração de aliança com Jesus, sempre renovados no sacrifício e Páscoa de comunhão no cordeiro isolado, a Santa missa e nossa pessoal comunhão de pertença de Deus;
  • O estilo de vida cristã, aos em exercícios de castidade em matrimônio a benção 1ª comunidade em Jesus – A família, a construção do ser (carne da minha carne, é sangue do meu sangue, a herança divina , os filhos(as). Selados pelo amor de união sagrada de corpos e sangue, até que imbuídos da morte( até que a morte os separe). Um compromisso, de construção de mutualidade um do outro, em: Projetos, atitudes e ações perante Deus, em primeiro lugar, e seus acréscimos;
  • Viver ao celibato, é a plenitude de consciência, sem obrigações, pois temos o livre arbítrio de escolhas, pois não existe imputação mais eleição de si. Ser consciente, sermos munidos cientes [Assim não abrimos espaços para outros viés de: Seduções, tentações e inclinações] aos inteperes de fragilidades da afetividade e sexualidade sem discernimentos , mais segura e distintas para e si e outros. Que seja abençoada por Deus em planos conscientes, não atraídos pelo amor e servir no exercício da humanidade de Cristo, enquanto cegos, assim cairemos em atalhos humanos inconscientes e imaturos . Mais nos planos de atitudes de fé e consciência divina, à gratuidade do amor de Cristo seremos iluminados. Para o mundo, somos leigos(as) loucos(as). Herdamos viver o amor, é dar- nos em amor, por construção no conhecimento de Deus e enquanto imagem e semelhança D’ ele. As verdadeiras loucuras do mundo, essas conhecemos, [Doenças e síndromes incuráveis dados aos feitices de cegos encantamentos; filhos(as) sem pais; casamentos de uniões instantâneas e descartáveis; Doentes do Eu e Tu desencontros das mágoas não – curadas e amorizadas; chefes de família mulheres compromissos imaturos de ser pai e mãe, ainda em fase de construção da adolescência; E relações de sexualidades, e afetividades em situações distintas, mais de conjunto, no tempo e momento consciente e não em relações de genitalismo [Uso do ser humano instantâneo do prazer pelo prazer – objeto e momentânea de instintos da sexualidade e por vezes sem definição enquanto animais racionais – H e M].
    Em sintonia de cristãos (as), a vida pela escolha, caminhos são abertos, é chamados e apelos simples, de ouvidos e corantes EE, encontros com Jesus, o carisma em talentos e dons, vão se abrindo, é alargando aceites pessoais e comunitário, é direções e oportunidades em sermos apostolados profissionais e formais à disposição em servir e amar na simplicidade. Assistir e assessorar comunidades, irmãos (as), EE de princípios provida cristã e por Inicial formação consequente para ministrar, instruir e ensinar formação: Amar e servir. O assessor, é um formador, em sintonia com Deus, em comunidade fraterna, em Deus não sendo Deus, mais em caminho diante de orientações do pastoreio [Papa e bispos in loco Igreja, em carisma CVX]. Mais no espírito Santo, iluminados na graça, à luz do Evangelho, sermos evangelizadores e formador na disseminação do Plano de salvação, em Jesus. Um caminho com Deus e irmãos(as).
    Passos firmes principais são necessários, assim nos ensina e orientam para caminhada a pertença no corpo místico de cristo em • Acompanhar a comunidade( Irmãos(as) Pré e CVXs);
    • Perceber entornos e tópicos necessários de assessorias enquanto COM CVX e coordenação;
    • Discernir em oração e orar entornos e contextos simples necessários apelos de comunidade;
    • Encaminhar e formar à nível( presencial ou outros);
    • A luz de Igreja, direcionamos sempre enquanto : “ Meu Pai, que me deu estas ovelhas, é maior que todos, e ninguém pode arrebata –Las da mão do Pai. Eu e Pai somos um”;
    • Assessor(a), sempre está a frente, lá na frente, na formação e buscando formação pra conhecer Deus em Jesus, para servir e amar.
    Assessor(a), não é o exercício de amor e servir de coordenação, é nem assumir carisma de coordenador (a), mais com sabedoria salientar necessidades devida cristã esquecidas, não vivências, é ou ausentes, e até serem em Igreja discernidas e em caminho a serem entronizadas. A luz do Evangelho sentido corpo místico que pertencemos, em estilo de vida, em formação.
    Conhecer a Deus, é caminho de amor e servir sempre em formação: Orar, reverenciar e louvar a Deus. Faz necessário a formação em informação e comunicação em textos: Estudo da palavra de Deus – Bíblia; Retiros EE; Estudos formais civis reconhecidos éticos e morais profissionais e outros; Cursos bíblicos dos evangelhos individuais e distintos; Estudos da escatologia de Cristo e Maria; Documentos oficiais de Igreja Universal Católica Apostólica Romana e in loco bispos ; Assim como fazer a própria formação á luz dos EE, tornar escritos, os ensinos e instrução de acessos. A produção textual, pessoal e individual, um testado e registro do que recebemos e tivemos a luz da formação o que absolvemos, é o Espírito que ilumina e converte e transforma- nos; ensina dia – a – dia. Assim grandes mulheres e homens foram e são grandes reveladores e vida de amor e servir. Temos um exemplo vivo: Papa Francisco – Irmão CIA de Jesus. É outros, que inacianos( as), grandes frutos de vida cristã leiga mulheres com testemunhos vivos : No Brasil, Alzira Arns(Ass. e embaixatriz da pastoral da criança – Médica pediatra clínica; Kiara Luibic, vida de comunidade, pelo carisma da Marinópolis no mundo, possibilitou ao crescimento de grandes vocações de bispos e padres para Igreja. Reconhecidas pela Igreja, pelo Papa João Paulo II. Um grande impulso a Igreja, no prelúdio de Guerras mundiais cristãos( as), na Europa, Américas e outros Continentes.
    Um sinal consciente de renovação de compromissos, enquanto CVX, em celebração da Santa missa: “No ritos da proclamação do anúncio do evangelho+ Jesus Cristo segundo … Cruz ( sinalar de cruz na testa, boca e na altura do coração)”
    Este rito, Deus em Jesus, é o padre assinalando presença no lugar de Cristo, para abençoar: O conhecimento de Deus e razão; Aquilo que sai da boca do homem e da mulher; E o coração, aquilo que estais guardado no fundo do coração e raiz vida. Aberta ao sentido do amor de Deus. Daí em plenitude de vida e presença do Espírito Santo, a celebração dará a transubstanciação e mistério, e presença de Jesus, carne e sangue – Vivo no meio de nós. Assim, purificados dos nossas fragilidades cotidianas veniais e absorvidas pelo ato de fé consciente, podemos receber corpo e sangue de Jesus Vivo, participar e renovar aliança ao corpo Sagrado e místico de cristãos(as).
    O Santo padre, alerta em sua encíclica [G. Exs, 017] EE , instrui que cristãos(as), aqui a nós leigo(a) a serviço do Senhor, que dizendo ser cristão (a), hoje em realidade, busca – se pela eleição, um grave pecado, usar das benesses de ser Igreja e da Igreja. Não somos privilegiados, mais amados por Deus e irmãos, nosso compromisso maior, pelo amor e fé em Jesus, caminho, verdade e vida.
    A prática de cristão(a), fazemos a exemplo de Cristo Jesus, e testemunho de convertido para caminhos e escolhas santas [Não comungar de vida fora de entornos de evangelho], mais com discernimento; nosso baluarte Sto. Inácio que transcendeu Jesus e ensino de grandes Santos em caminhos de Salvação viveu a vida, deixou testemunhos, em EE. A Obra CVX leiga(o) fraternidade comunitária e individual , não salva – nos dos reveses da vida, mais apontam e indicam caminhos de conversão e ressurreição em Jesus, pelo Reino de Deus.
    Na simplicidade de vida, temos vida e alegria. Não podemos sermos radicais, com irmãos(as) que não conhece a Deus, mais nós temos que sermos radicais em nossos testemunhos de sermos cristãos (as).
    Por vezes, sofrimentos pontuam por: indecisão, práticas de amor e servir cotidianas ausentes e desalinhadas e cobranças de outros à não aceitação a contradição do evangelho e testemunho; falta de claridade das coisas, ainda encontramos: Ciúme, contendas familiares, e por não comungamos ante – Cristos, por sermos melhores, mais por conscientes assim diferentes no mundo.
    Prisões e acorrentados, tantos irmãos (as), e nos somos agraciados do amor de Jesus, e Nossa Senhora Maria. Somos no mundo, amados por Aquiles que acima de nós – Assim TEMENTES a Deus.[ Colóquio: Quem como Deus…Ninguém como Deus.” Chamados, a luz, sal e terra”. Sedes bendito, Senhor; Ensinei – me Vossas leis, ( SL 118). UEA – Ibero. Ufsc CTGC. Teologia e política- FCP. Jusenildes dos Santos, 14.05.2019!].

 

Publicado por

jusenildes

Pesquisadora Ciência da Informação - TIC digital Aprendizagem e conhecimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s