Tópicos e percepções – TICs: Ação estratégicas, Gestão SSAN: Compartilhamento de conhecimento com perspectivas (MCTIC); Eixos práticos C.T – Carnais alimentadores: CO; CS; CN; CNE e CSE [Universidades – Projetos subsídios para: Aprendizagem e conhecimento]


1. Introdução

O encontra – se o ENPSSAN na ênfase da IV edição, invade desafios gritantes de respostas e sobretudo de avaliações em suas políticas de ativas de evidências, por confirmar existências perante autonomia enquanto e entidade agremiadora de profissionais atuantes em continuar e avançar perspectivas e face as correções necessárias básicas que seus eixos diretivos de execução: Conselho e categorias de conectores de extensão funcionais, como: a) Ação executiva; b) GTs – Grupos temáticos ; c) Produção cientifica literária(Formatos e disseminação) e d) Perspectivas em novos carnais e vínculos inovativos de políticas públicas mediante a conjuntura atual, carente de novos entornos e direções compartilhadas frente a entidade “ENPSSAN” e sua constituição oficial presente e; profissionais vinculados e ações junto à comunidade acadêmica e cientifica. Neste buscaremos tecer alguns tópicos e percepções básicas colaborativas, na perspectivas de TICs: Estratégias e gestão com contornos de: Aprendizagem e conhecimento, como referenciais de informacionais de fontes recuperadas in loco, sob contribuições em dinâmicas: 1) Apresentações de políticas e projetos funcionais e extensivos de bases centrais por região – Gestores; pesquisadores; representantes institucionais e discentes basicamente; 2)Discussões em grupos e apresentações e orais individuais experiências (Ativa Goiânia, como um foco de estudos e investigação, área de concentração: Projetos. Em uma perspectiva de recursos auxiliantes e ferramentas pedagógicas e interdisciplinares.

2. Desenvolvimento

2.1 – Ação – Projetos: SSAN (MCTIC)

• Projetos funcionais existentes funcionais e políticas públicas – Redes dentro de C& T;
• Experiências in loco com as universidades e profissionais;
• Atuação de coordenações e gestão e sincronização;
• Aspectos restritos de planejamentos e controles mapeamentos.

2.2. Inovações e práticas: Projetos

2.2.1 – Extensões de formação e novos carnais

Formação de professores em países da Língua portuguesa: EAD como modalidade WWW em metodologia por módulos e com aceitação na perspectiva de 630 ( seiscentos e trinta) colaboradores e participação: Formação de professores e pesquisas, tendo como estratégias multiplicadores: Curso de aperfeiçoamentos e ou especialização como frutos resultantes desencadeadores e disseminadores dos mesmos, como ênfases de futuro promissor.

2.2.2 – Políticas de distribuição de investimentos

Restritos com perfis e seleções, onde os carnais de divulgação, apresentam dificuldades de expansão inclusão de contornos diversificados, se baseia em critérios de projetos a serem subsidiados aos proclamem editais de encaixes – formatos das políticas públicas direcionadas, com números restritos agremiar universidades e suas regiões em diversidades. Não satisfatória para demandas grandes, cumpre apenas políticas institucionais governamentais e eixos de seus Estados (Média 09 projetos em x ou y contextos escolhidos). Para investimentos em C &T, em políticas de desenvolvimento dos e fontes e carnais básicos de pesquisa, tímido e pequeno para resultados em resultantes para SSAN, na perspectiva de MCTIC e entornos futurados principalmente, pelos eixos do paradigma: Sociedade e informações e desafios das TICs perspectivas digitais.

2.2.3 – Plataforma – MCTIC

Desenho principal de disseminação mais popular digitais e suas funcionais em mecanismos com parcerias e sincronização com: Redes, Bases de dados, repositórios Warehouse; e carnais com aberturas para banda larga; moveis acessíveis por desafios. As regiões mais distantes, pouco acesso mínimo, pelas ausências de desenhos e arquiteturas de expansão de políticas novas políticas redes de redes e satélites de satélites em carnais de projetos abertos em parcerias mundiais, visto com muito temor em políticas governamental, e com ausência de investimento, uma similar embate com a concorrência: O mercado de negócios e seus objetivos diretivos, e lucros sem embasamentos de consistentes contornos de futuro negro, sem produção de conhecimento, como dialógica estratégias : C &T e universidades e outros, para afirmar suas comunidades.

2.2.4 – Dinâmica temática

A proposta de difusão da política – SSAN (ENPSSAN) presente e seus funcionais carnais (MCTIC e perspectivas). Disseminação da informação da Arquitetura digitais /editores de leitores sistemáticos de projetos e funcionais outros TICs e um desenho de suas fontes de colaboração participativa para abertas para inovações. E grupos de pesquisadores e regiões e experiências.

2.2.5 – Recursos TICs, ferramentas pedagógicas: Usualidades

• Recurso e auxílio pedagógico assistente;
• Aprendizagem imersiva como recurso auxiliante didático inovador: Simultâneos com câmeras, note…tablets…Plateias acompanhar.
• Projeção de Slaíds, como manuseio funcionais visuais;
• Programas de assistências: Navegador Charme- Google (Família Microsoft); Familiar -de trabalho auxiliar em SI – Point P.
• Assessoria executiva – “Trio Soluções de eventos”. Com domínio de apresentações, sem acidentes de ausências de domínios.

2.2.6. PENSSAN – Propostas e Feedbacks – Discussão/Reflexão (Governança)
Distribuição em pontos eixos, com 04(Quatros) a frente:

a) Diretrizes futuras? Síntese – Sistematização;

b) Estratégias e ferramentas – S.S – Conhecimento; c) Objetivos/Métodos/Temáticas /Áreas prioritárias ;d) Dificuldades para PENSSAN e resultantes em aproximação. Estimação de tempo: 01(uma hora), e apresentações por síntese e colaborações de grupos membros.

2.2.7 – Interdisciplinaridades e TICs

Buscar suas aplicabilidades exigentes e necessárias para responder aos apelos auxiliantes, enquanto recursos dinâmicos. Para publicações e compartilhamentos acadêmicos, como plataformas e outros. Pelas plateias presentes…sistemas tradicionais de anotações…

2.2.8 – Colaborações participativas e contribuições – “Grupos por regionais centros”

Os grupos cumpriram seus trabalhos e colaborações:

a)Agenda temática(Infraestrutura com espaços e ambientes/Equipe; Continuidades de editais; Sistematização dos ENPSSAN; Previsão dos orçamentos da Rede; Inclusão de novos grupos; Certificação da participação; Acompanhamento; Divulgação dos editais; Eventos conjuntos PENSSAN e Fortalecimento eixos centrais e SIGs;

b) Melhoria da disseminação – produção científica e livres; Seminários; Produtos científicos – vídeos e outros; Cursos formação para uso mídias; Outros carnais de acessos; Criação de arcabouço para resultados de projetos; Formação do uso da plataforma virtual – curso EAD para governança; cartilhas manuais ; Fortificar a plataforma e fomento; Vídeo conferencia dos gestores pesquisadores(Aproximação); Criação de editais para fomento da pesquisa SSAN;

c) Diretrizes definidas SAN com ênfase em sistema alimentador e territórios; Temáticas : SSAN; Estratégias: Assessoria e suportes de referência – áreas ; Sistema alimentador On line como sistematização estruturado;

d) Sobrecarga de atribuições e atividades; Recursos financeiros e humanos; popularização do conhecimento (Literatura de cordel); Articulação; Editais não contínuos; políticas públicas povos tradicionais; Aplicação da modalidade EAD povos tradicionais; Aplicação da modalidade EAD em todos os projetos e em todos os projetos e eixos diretivos, diretivos os de governança.

CONCLUSÃO

Na perspectiva da temática geral de eixos de ligação; conexão e reflexão: “Paradigmas e desafios para ciência cidadã em SSAN.” E na trajetória temáticas por fases e módulos propostos (Implícitos oficinas) por dinâmicos de fontes informacionais metodológicas digitais, e em tópicos e percepções avaliados e seus subsídios resultantes. Temos embasamentos de contextos avançados de estudos e investigações de que poucos avanços em SSAN e no próprio ENPSSAN na proposta como entidade autônoma, e que houve regressão de III – ENPSSAN Paraná e perspectivas Goiânia, em pontos cruciais (Chaves – do ENPSSAN). Em relação aos paradigmas: Ausência de que se conhecia,  firmes eixos da Conjuntura e realidade,  seus determinantes políticos públicos, principalmente em relação a causa principal: Diminutivas políticas da máquina estatal governamental de seus Órgãos divisores e multiplicadores de conhecimento e pesquisa com seus profissionais e gestores; Consequências futuras; O que fazer e como? Em incisos consistentes desde,  é que existem contradição da afirmação da informação difundida sobre dados sobre ao País conectado à Internet e suas políticas em estatísticas de 70% da população conectadadas. Em considerações em TICs, que nível de análise existe em relação retornos e trabalhos e disseminação da Informação com perspectivas cruciais: Acessibilidades; Domínios de ferramentas e recursos mínimos existentes e ao alcance e novos; Ausência de conhecimento sobre mudanças de políticas em sistemas de armazenamentos da informação, mesmo dentro de universidades – Repositórios em nuvem – Autentics; Ausência de projetos de Cooperação interna com áreas departamentais e coordenações de tecnologia da Informação e digitais; Interdisciplinaridades para desencadear investigações em pesquisas e conhecimento para avanços ausentes em SSAN com TICs; Ausências de parcerias e articulação domínios em TICs; Ausências de presenças profissionais em SSAN com formação em TICs – Gestão e estratégias das mesmas para políticas públicas. Os desafios futuros: a) Avanços para carnais exponenciais produção e conhecimento em eixos afluentes: Aprendizagem e conhecimento, para domínios em TICs e suas tutorias e desenhos propostos para conhecimento; b) Contribuições e contrapartida em articulações e parcerias interdisciplinares; Rede aberta Ibero e outras frentes de conexões; Carnais abertos em projetos in Loco de colaborações TICs e outros paralelos básicos; Políticas públicas internas de externas em publicação acadêmicas: Suas entidades de Informação e comunicação – Cientistas – CI Pesquisadores; Pesquisadores em Mídias de comunicação, e etc. Em foco de uma antítese: 100% Educação e eixos para avanços do conhecimento e sua popularização e inclusões verídicas de seus exponentes difusores digitas e sustentáveis Contemporâneos – Produção do conhecimento e popularização e seus cordéis literários e outros diversos e paralelos com seus anelos – TICs simples ou sistematizados com suas sínteses – Blogs, sites, sistemas sincrônicos e outros. É fato e questionamento avançar em conhecimento e aprendizagem em TICs, não deixaremos áreas cruciais: Humanas, Saúde públicas em SSAN; Médicas e formatos disseminativos da informação. TICs, é avanço de arte… E recursos e ferramentas pedagógicas auxiliantes em pesquisas, ensino e formações diversas modalidades em educação.

[Tópicos e percepções…: Jusenildes dos Santos. University Europeia Atlantic – Ibero. TI. Membro PENSSAN – FIAN – ENPSSAN . Teologia e política – FCP. Docência – Práticas U F G – (Estudo e análise eixos TICs) 09.09.2019].

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL – DADO DIGITAL – Ao alcance de manipulação próximo e a distância “ “Informação e comunicação”

I – INTRODUÇÃO

É Informação, dado digitais, armazenado em memórias por N e Y tipos determinantes, e formato de linguagens e leituras possíveis : Codificadores e descodificadores também. A percepção é conhecimento, numa nova linguagem, aspectos neuropsicológicos, linguísticos, codificantes, descodificantes, com referenciais inovadores em: a) Epistemológicos dos conhecimentos em áreas disciplinares com conectores e conexão de aprendizagem lógicos; b) Codificantes coeficientes algoritmos; Leituras e interpretação de cálculos e equações matemáticos; Espaços de estudos, e referenciais comparativos adicionantes de formulas; c) Consultas de referenciais bibliográficos existentes lógicos, algébricas, cálculos, e etc. Consistente que é um carnal de informação e comunicação de abertura e talentos racionais de lógica, para virtualizes e dons, mínimos preparados, exigem caminhada, e sistemáticos aplicabilidades e métodos de exercícios infinitos direcionados, e outros em circunstâncias de experimentos, a linguagem algoritmos, linguagens de programação etc. De certeza, é diferente o referencial de aprendizagem para o conhecimento, usando interfaces e eixos de ciências da computação, usando e outros, como informática e manipulação e controles, processuais e processamentos, desenvolvedores de SI, e Softwares. Essa leitura do comporto IA – Dados digitais e aprendizagem do conhecimento – Informação e comunicação. Iremos adentrar, algumas questões e paralelas, que verdearemos, mais profundamente em procedimentos de fundamentos mais teóricos de outras referenciais.

II – Eixos preliminares de conexão – IA – DG

2.1. Problematização

Inicial preparatório em áreas disciplinares em ciências da computação, Informática, Engenharias de Software, análise de sistemas, e ciências da informação, e coesão tecnológica da informação e comunicação. De sintomologia de problematização, grandes profissionais didáticos, e métodos aplicados em docências introdutórias, neste referenciais programáticos de conteúdo, á nível de matemáticos, e com testemunhos, 90% do discentes(alunos), neste teores disciplinares tendem por comportamento adentram e desenvolver em processo, com carga (bagagem preparatórias em memória e conhecimento, e por sua vez, PF – Principios fundamentais, perfil como facilitadores de absolver linhas otimistas de introdutórios: Cálculos I; Álgebras; Lógica, Algoritmos; E etc. Tem grande problema, e dificuldades deles(discentes), e nestes e doutores disciplinares. E neste abrimos, concisos em tônicas de discussão, porque, onde encontra-se ápices iniciais, ou conectores litigantes e ensino superior que alcance otimização, em exercícios acadêmicos básicos metodológicos rápidos , e urgentemente.

2.1. INDICADORES LINGUÍSTICOS – TÓPICOS

Básicos coexistentes de métodos e aplicabilidades, sem urgências, mais galgantes interdisciplinares coligantes preparatórios – Leitura de interpretação de dados lógicos codificadores e descodificadores de linguagens para digitais.

2.2. Linguagem de dados – LABs

LAB/práxis para facilitadores, exercitar; práxis , manipular iniciais coeficientes litigantes e conectores, com eixos que ligam e abrem caminhos preparatórios, que consolidam bases coexistentes, que solicitam bases consistentes, que solicitam em práticas disciplinares nestes parênteses questionários: a)Codificar Neuro entorpecedores com referenciais de memórias, são pontes cruciais de abertura, para maior domínio em produção do conhecimento prático para: a) Desenvolver questões de conteúdos bases logicais de raciocínio; b) Solucionar equações e algoritmos; c) Margens lógicas para matrizes exatos rápidas, sem perdas de tempo; d) Pontes interdisciplinares; transdisciplinares, Muldisciplinares; Pluridisciplionares – Transversais em Linguísticas e literaturas? Referenciais de apoio, nestes “laboratórios lógicas” preparatórios de recuperação e resgates terminológicos e epistemológicos de conceitos, a serem aplicados nestes referenciais de apoio didáticos de domínio em memória, armazenados – Neurais racionais/criatividades – Intelectuais.

2.3. Práxis produção de leitura

Interpretação lógicas – algarismos, cálculos, resoluções de linguagens codificantes e descodificantes em dados, são determinantes apoiadas.

2.4. Leitura de PF – Linguagens lógicas – Praxes/LAB

Bases dinâmicas de grupos externos disciplinares rápidas existentes a priori, para existentes/ indivíduo posteriores apoio metodológicos.

2.5. Referenciais em ciências disciplinares – Filosóficas , Lógicas – Leituras

Teóricos e práticos acadêmicos essenciais, com reais básicas sustentáculos , para criar coeficientes, neuropsicológicas e lógicas ao raciocínio rápido para: Leituras e interpretação lógicas.

3. Condicionantes teóricos e práticos – Litigantes Dates – Neuoridais

3.1. Possíveis terminológicas lógicas

Determinantes para uma construção de referenciais de construção de umas epistemológicas anela e conexa, preparatórios problemáticas , requer atenção as cátedras executantes introdutórias e posteriores preparatórios para alinhar formação acadêmica e profissional educacional e domínio nestas bases de aos disciplinares que puxam pelos exercícios de raciocínios lógicos memórias de armazenagens Neurodais criatividades intelectuais de resgates – exercitantes.

3.2. Carnais pluriconectores

3.2.1. Prefixadores científicos – PC e existentes insurgimentos instrumentais em pre – fixadores lógicos linguísticos .

3.2.2. Fixadores científicos – Exercitantes conectores de afluentes sufixos lógicos instrumentais linguísticos.

CONCLUSÃO

Nestes apoios substanciais por tópicos e reflexão por tópicos e reflexão, a uma percepção de que discentes, em compostos disciplinares acadêmicos letivos coordenadas/Departamentais, e planejamentos de conteúdos e referenciais bibliográficos, em suas metodologias e aplicabilidades em introdutórias em disciplinas de coexistentes requisitos pre e pós conectores racionais lógicos, por compreensão capacitantes esses de preparação existentes de 100% capacitado para aplicar e dominar disciplina adentrantes a insurgirem em apoios para domínio, requer confirmarem: a) Interdisciplinares/transversais ou introdutórias também para a sementes logicas semânticas e linguísticas numa proposta epistemológicas, nomenclaturas e terminológicas de temáticas cientificas e áreas disciplinares congregantes em conceituais prospectores teóricos áreas disciplinares a construir e em construção e outras inexistentes, ou difusoras aparentes a serem resgates. Pois suas bases déficits introdutórias acadêmicas, reclamam reposição urgentes de referenciais de aprendizagem e conhecimentos nestes patamares e paralelos apoiadoras para IA – Inteligência Artificial, interfaces patamares e paralelos e melhor interação e outras, principalmente carnais e de reformulação do ensino, para eixos lógicos exercitantes – Leituras e interpretação de linguagens pre – referenciais para aplicação á logica litigantes exercitantes em suas práticas a uma memória e produção cientifica conceitual epistemológico a temas – A questão problemáticas por mostra e uma aplicabilidade e métodos otimizantes. Enfim uma literatura recorrente – Instrumental auxílios e terminológica nas ciências que agregam áreas disciplinares do conhecimento de conjunto ao desenvolvimento e raciocino lógico. Com certeza a temática inteligência artificial, galgam alcances rápidos requisitos para formação acadêmica e eixos : Informação e comunicação para FE – Softwares e recursos de apoio para desempenhos maiores e quase 100% totais e suas somas complementares tácitos para explícitos.

[Ensaio: INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL – DADO DIGITAL – Ao alcance de manipulação próximo e à distância “ “Informação e comunicação”. Jusenildes dos Santos. University Europeia Atlantic – Iberoamericana. TIC. Teologia e política – FCP. Docência de práticas – UTP – CLEI, 2019.]

TIC – Sociedades e comunidades : Em caminho Equitativa e Sustentável CLEI 2019 – Panamá IA – Inteligência Artificial: Hiper desafios criart´s e organizacionais hiper Big dates Parâmetros : SLOIA – Latino-americano Organizacional Inteligência Artificial “Uma leitura perceptiva em tópicos TICs” Sede e aberturas para Discussão – Práxis – Aprendizagem e conhecimento Contemporâneos

I – INTRODUÇÂO

A conferência de interpelações povos Latinos americanos – CLEI 2019 em propôs – se enquanto sede em comunidade Panamá, por evento anual evidenciado organizado pelo Centro e Comitê de apoios e agregadores: Pesquisadores, profissionais, discentes, graduantes e outros. Por setores dinâmicos, num formato Fórum para diversidades de tematização geral e especificas – Tecnologia da informação e comunicação. Discussão e colaboração participativas IN loco em seus objetivos de estudos e propostas por câmaras – Temas, redirecionados para as áreas de ciências TIC: Pesquisadores em exercícios de Ciência da computação; Sistemas de Informação, analistas de sistemas, e outros congregantes, e adicionando a realidade, diversidades importantes situacionadas, e ou diretas as mesmas – C&T, encaminho e avançadas ou inovadoras, perspectivas de mudanças equitativas, quando solicitas para mudanças e transformações. Nestes infinitos em sincronias e feedbacks informacionais comunicativas práticas: Estudos e núcleos de pesquisa; Discursivas; Ideias: Práxis; Experimentos e produtos – FE; Resultados; Comunicações; Negócios e Consultas e Atualizações de abordagens; Avanços e comunidades; Inovações TICs; E etc. Contextos presentes – Evento, sob tutorial de programação com parâmetros dinamizados e sistemáticos acessos a toda comunidade – CLEI: Conferências abertas assembleia iniciais; temáticos em Workshops, Tutoriais, Painéis; Grupos de trabalho; Stands; Espaços e ambientes; E etc. Sede Panamá – Capital City, 30.09 á 04.10.2019. Infraestrutura orgânica local, particulares de conjuntos de parcerias e agregações de interesses compactantes e conexos central: Simpósios; Concursos; Congresso em considerações metodológicas – Temas. Sob prospectos de modalidades On line conferências intrínsecas…Consideramos, que confirmaram compromissos de toda comunidade e membros anexos, com: Desenvolvimento TICs, aprendizagem e conhecimento, interesses impactantes as sociedades – latinas Americanas, principalmente Panamá e outros de apoios: Acadêmicos – UTP; Institucionais; Pesquisadores; Profissionais; Membros de execução; e Discentes, atentos e centrados, para evento sede, consistentes aos apelos e eixos Informática e computação. Firmes em abraços a construção litigantes com conexão e anelos com avanços equitativeis sustentáveis . Com a cadeia da vida e seres vivos, centralizando a humanidade com C&T, na vinculação de educação e eixos disseminativos de informação e comunicação com formação – SER, em alinhos as tecnologias e eixos de transições dinâmicas e adaptações a transformadas em : a) Apresentações em abordagens temáticos; b) Apresentações de projetos de trabalhos práticos e teóricos; c) Conferências – Mesa temas abordagens submetidas a comunidades de pesquisadores; d) Pesquisas e núcleos organizacionais e institucionais; e) Discussão temáticos; f)Reunião de execução; g) Stands e mostras; h) Projetos PP – C&T em câmara temáticas; i)E, etc. Consideradas que produções do conhecimento enfatizados e evidenciadas, são pós subsidiadas e auxiliantes para pesquisas e avanços acadêmicos, infindos por pesquisas e estudos, seus constructos profissionais e interesses de trabalho. Apoios para modalizantes e metodológicos a cada projeto educacional acadêmico e outros provenientes adensantes compactáveis. Bases em para o da formação humana especificamente, utilizantes de FE – Ferramentas e recursos auxiliantes pedagógicos – TICs. Ressaltamos, que objetivos estes, antecedentes e presentes, foram e serão pontes e eixos cruciais, importantes para discussão adotantes e disseminação locais difusões a inclusão.

II – Conexão e Equidades sustentáveis

2.1 Inclusão do conhecimento: Em aprendizagem futurantes

2.1.1. Centro – Sede, considerada adição de mostra PP de uma logística experimental Latina americana inovada, e seus apoios e projetos da Sociedade e comunidade governamental otimizantes compactáveis práticos em caminho, e a caminho conexas e equitáveis sustentáveis a C&T; Alinhos apresentados, em objetivos litigantes CLEI, denominadores em comuns, e também seus desafios conflituais por déficits, consciente, de possíveis reconstruções e construção;

2.1.2. E pós conclusão evento, difusão em fontes informacionais e carnais de comunicação e informação, em publicações digitais e tradicionais e por edição em parcerias colaborativas, de bases de dados e avanços em conhecimento e pesquisas. Aos segmentos de interesses em sociedades e comunidades outras de áreas disciplinares em conexão. Compartilhamentos, sincronias e colaborativas participantes de membros e aderentes ou adotantes, (discentes pesquisadores), imprescindíveis para futuro diversos e amplos a pesquisadores e outros, paralelos e em ações ativas á conjunto: Interdisciplinares, multi; pluri e Trans.; principalmente novos entornos epistemológicos e terminológicos com suas nomenclaturas lógicas, teóricas cientificas – CLEI;

2.1.3. Carnais alargantes difusos de oportunidades de trabalhos e empregos TIC em T & C, em diversos campos e projetos;

2.1.4. Aberturas de espaços agregadores, abertos de conjuntos, e paralelos, anexos com a vida e em desenvolvimento da comunidade CLEI e sociedades Contemporâneas , desde e reconduzentes, diante de seus impactos tecnológicos insustentáveis . Desalinhos econômicos políticos e sociais humanas – RH e perspectivas, sob trajetos provindos de sementes de ligação e proeminentes disseminados de apoios. Referências de Parques tecnológicos e segmentos indústrias, comércios – Negócios inovadores e apoios aos investimentos e setores de serviços, considerável carnal desenhados para desenvolvimento. Consequentemente apoteoses para características bases: Agilidades e ágeis com propensões de equidades operativas e processadas capital humanas, e com acompanhamentos NEW Wall de otimização de seus serviços: Informatização; Automatizantes; Robóticos; Sistemas de informações etc. Um exigido paradigma para equidades – Homem e máquinas com seus conexos autômatos e informáticos com SI, e FE e recursos por produtos digitais. Nunca a substituição por otimização de trabalho, a ser em alinhamento por conexos conjectures de auxílios e trocas de forças, racional e lógicos de controles e mapeamentos com monitoramentos, e capital humano. Introjetar errônea concepção do investimento/rendimento lucros mais tecnológicos X investimento capital humano sem mais % elevantes de superação, e uma equidades, por seus déficits;

2.1.5. Compromissos orgânicos e institucionais públicos e privados concessões, em segmentos , para empreendimentos e negócios, por PF – Princípios fundamentais e missão empresas – Éticos e morais implantados, pela verificação regular e valorização de seus profissionais e parceiros, com apoios outros. Executiva pontual GRHs, que dinamizas PP in locos e subsequentes avanços e eixos agregantes;

2.1.6. Motivações de investimentos e avanços a pesquisadores, e em seus coeficientes correlacionais objetivas centrais, em paralelos “E == S”, e comuns, em conexão;

2.1.7. As inovações projetáveis T & C em TICs, referenciais PP, alinhados a suas diretrizes e carnais de constructos e para reconstructos, e reversos, compromissos presentes e firmes da comunidade e seus membros e adotantes e outros profissionais, como entornos de metodologias e métodos experimentos a formação e aprendizagem e conhecimento. Povos por sociedades e comunidades de diversas culturas a serem introduzidas adensações temáticas e áreas disciplinares do conhecimento em cadeias de vidas, comportamento antropológicos e referenciais de emprego e renda e suas situais locais de meios produção e conexas. Missão compromissam ético e moral profissional, consigo e outros a disposições, enquanto cidadão, suas realidades ativas: Gerais; especificas e extensivas;

2.1.8. Povos Latino-americanos e comunidade, oportunizem se e abram perspectivas a comunidades principalmente migrantes nas Américas e centros com polos perspectivos de desenvolvimento de construção de vidas e famílias postulantes de projetos otimizantes a colaborar e participar. Uma segurança importante e cruciais, de recuperação aos estados de migrações, devidas seus déficits PP residuais nacionalidade, e conflitos infindos, de atrasos aos PDH – Projeto de Desenvolvimento Humano;

2.1.9. Alargar e considerar abertos caminhos, e imprescindíveis para inclusão e culturas, e recondução a desalinhados e desconexos, indiretos de carnais litigantes em – PPDE Políticas públicas em Desenvolvimento Econômico – social de uma Nação. Preâmbulos da Comunidade – ONU Nações Unidas e Representações de chefes de Estado da cadeia secretariada setorial. Com objetivos Internos e Externas Internacionais e pelo Fundo e planejamentos de cunho considerações cientificas e tecnológicas sustentáveis, para o equilíbrio planetários e suas Nações – Países em suas conexões e eixos – A exemplo Carta de Paris;

CONCLUSÃO

Mediante referenciais e reflexão, toda conexão de extensão e formação, congregando e adicionando colaborações participativas, não citantes acima, mais contributiva e não ausentes, imprescindíveis , carnais humanos de pesquisadores em suas propostas de câmaras diversas, observadores em pesquisa e profissionais que comprometidos e atentos CLEI e sede com seus reflexos, enquanto possíveis, pela Conferencia Latina americana, e outros entornos conexos, que sinalizaram e continuará com pontos a serem acoplados e ampliados em suas temáticas e contínuos eventos consequentes – Sedes, para discussão, e contextos documentais de conclusões e perspectivas – Tecnologia da Informação e comunicação e áreas disciplinares e pesquisas C&T. Considerando indicadores positivos suas câmaras temáticas e outros, para: Projetos de trabalho; Pesquisa e ensino; e extensões diversos com seus afluentes de pesquisadores. Avanços e inovações bem vindos com seus coeficientes alinhados e em alinhos conexos “E==S” – Equitables sustentables, uma PP exigente da comunidade inserida em suas Sociedades Contemporâneas, para confirmar a missão e objetivos primordiais também e sobretudo – Arte da Tecnologia da Informação e comunicação e avanços para humanidade. Precisamos unimos conhecimentos e aprendizagem em seus diversos formatos e pesquisa e métodos, para cada vez, os humanos tornarem capazes de alinhar TICs a sobrevivência e suas necessidades e soluções, para uma afirmação de cadeias de vidas conexas, e anelamentos sem predação inconsistentes e persistentes, mais cadeia mutação e preservação e reparações. Precisamos absolver, os contextos da criatividade da Arte, desde suas gêneses das técnicas e seus artifícios artesanais, processo as tecnologias e ciências a favor do homem e natureza. Um considerável aparo ao equilíbrio: Corpo, Alma e espírito em cadeia.

[Reflexão:  Santos, Jusenildes Dos., (2019). TIC – Sociedades e comunidades: Em caminho Equitativa e sustentável – CLEI 2019 – Panamá – Sede e aberturas para Discussão – Práxis – Aprendizagem e conhecimento Contemporâneos. University Europeia Atlantic Iberoamericana .TI . Teologia e política – FCP. Docência práticas – Pesquisa CLEI 2019 – UTP, Panamá].

Escolhas e acolhidas ao amor! És o Espírito do Senhor, Jesus reaviva e batiza – Os. No Pai, Filho e Espírito, a 2ª união na mutualidade permanente de matrimônio. “Batizai – Os, Santo nome do Senhor!”

“Família é o âmbito não só da geração, mais do acolhimento da vida que chega como presente de deus, (Papa Francisco, 166, A.L, 2018) “

Oh Senhor!… É bom, saliente e gracioso sermos lembrança e harmonia de muita paz. E a buscar-se, individualmente e formamos a vocação Divina, e acolhidas ao Estado do matrimônio, aos que acolhem, e se percebem, ater estimas vocacional, que somente a caminhada afetiva de relacionamentos de vida e partilhas de dois – Homem e mulher, na graça de sermos filhos (a) do Senhor- Tempos de enamorados . Que somente tempos de formação no Senhor e conhecimento em Deus, e neste formamos no sublime de chamado ao casamento – Vida a dois e família. É preciso termos formação em si e no outro(a), não importa quando estaremos cronológicos, mais aptos, pois depende de cada um(a), saberemos o momento, com mais segurança. Discernimentos, acolhida de enamorados e maduros no chamado, e formação com maturidade, que não significa qual o “tempo”, mais seguros e abertos. E acolhem -se ao coração – Aquele(a), que o Senhor olhou para nós, e o coração nos olhos da fé – Sim Senhor, chegou o tempo de graças, é o momento. É gracioso, a dádiva do amor, dar-se amar, na gratuidade, aos que creem, e testemunham sentidos de felicidade eterna, não se chega, sozinhos ao reino dos céus, que iniciamos a caminhada neste… de vidas. Não correr, onde não existem formação e consciência do Estado, mesmo com as pressões sociais impostas aparentemente, não se deixem por aderir, pelas aparentes oportunistas, sem formação na uma caminhada e , são mentirosos e oportunistas, armadilhas para um matrimônio decisões discernidas, práticas EE, de uma espiritualidade dos Cristãos, um plano Divino. Sem contornos essenciais de amor e divinamente, torna-se por infusas considerações, e mentiras, e os tempos enganosos, de os “fico instantâneos relacionamentos”, sujeitos e decisões errôneas achegam – se, por apoteose de intemperes futuros. A concepção de tempo de uso do outro (a), em Estado de vida caminhada – Casamento, não existem. Finales de vida a dois, sem construção no amor, mais de objetivos e “sucessos individuais, sim, pois pretensões não foram de vida a dois”. O batizo e sinal de Jesus, e vocação do matrimônio, torna-se identidade de Deus, não significam, contornos de desolação a tônica de reflexão, mais orientações formativas – Olhos de mundo e visão no mundo”, são distintos e diferentes. Discernir, a percepção de “erros de decisão” – Pressas e pressões sociais – econômicas e políticas introjetadas, interpretadas, também cômodas para muitos, caminhos fáceis e favoráveis, mais bem-vindas, essa e enganadoras optantes a erros discernidos, pois as características de futuro: Brilhantes, deliciosos de sucessos, encantadores e prósperos, sem harmonia, sem vindouros para compromissos Divinos – Um no outro(a), éticos e morais virtuosos, podem serem assim, e para não ter – se desenhos de tudo acabado e aderências de transtornos conflitos, estes, considerações, por trás significam, assim. Mas a vida, é linda e cheios de graças, namoro – “ Eu + Senhor+ você = Nós”, e não de objetivos de usar o outro(a), egoisticamente e individualistas, por figurações e antologias, e não formados entre si. Seguir em frente sem medos, e não com tristezas e desolações, o Senhorio, não projeta para nós. A oração e ouvidos em Deus, mais consolação. “ Matrimonio é uma questão de amor; só podem casar aqueles que se escolhem livremente e se amam, (Idem, 217)”

Retornamos a reflexão, porque tantos laços e alianças de matrimônio, quando discernimentos, muitos adultos e jovens, deixam-se iludir se aparentemente, pela beleza de um do outro(a), que na caminhada, revela-se, sem escuridão, mais claramente. Mais entornos vocacionais, outros que continuam, o profissional, encaminham formação Temáticos atualizações, aos novos Pós – graduações ou outras áreas disciplinares, para ampliam e visão, compreensão, por vezes exigidas, e cruciais também, a cada um(a), e aos dois em anelos em caminho e o “Apostolado – SER e firma-se no exercício das atividades em disponibilidades ao outro – Servindo -se no exercício profissional civis ou outros eixos, contínuas …contornos a formação continuam, cada dia, a dia a dia. E não se pode -se acomodar, para não abri se, dando brechas, as considerações de ultrapassados, pelas inovações de entornos e infecundos para adaptação delicados aos discernidos projetos científicos e tecnológicos aos profissionais com equidades, temos compromissos com o Evangelho que nos renova sempre, e servir e amar sempre, acolhidos e discernidos possíveis e não optantes. É importante, para si, e para o outra(o) planejamentos futuros de abertos em formação ao matrimônio sempre. Esses , o Senhor apresenta consolações, e as desolações não se mantêm, passam. As práticas farisaicas, de origem de linguagem e somente traduzem: “ Não dar mais….chegou ao finale, cada um siga seu destino…Cada um por si…” É triste desolantes, mais presente neste(a) vida, no social de nossas próximas relações e família sem Deus, e distante do mesmo. Lágrimas achegadas, mais, O Salvador e Jesus acolhem, aos que estão neste crucial conceitos de desconstrução de Família e casais com filhos(as), os braços do Senhor desejem e almejem por abrir ao coração e oração, pois as chagas, precisam serem curadas, Ele é a salvação, …tem outros que podem ajudar …profissionais de uma formação cristã, necessárias, para: Descaminhos de ausências de diálogos; Incompreensões, obscuras entre si, que as vezes os dois, não as veem e nem percebem, pelas mágoas, falta de perdão antes do sono a dois noturnos e descanso a dois…”Peça perdão, desculpes, antes do raiar do dia, vinda do sono, pois dormirem sem o sinal de batizo, e aliança, vencidos a tentações reino de abertura ao mal, que estabelecem, sem o diálogo de casais, e partilha de vida, [Papa Francisco, Sin. Exorta. Famílias, 2017]. Não é outras relações e segunda união a saída…discernimentos sem decisão para renovar o batismo de casados no amor, com apressados e inconscientes passos. Acalmar, silenciar e esperar a formação ao momentos que não chegaram, e alimentados no tempo que foram precisos destes, devido contornos as exigências do rigorosos das pressas e não do planejamento familiar, de construção de vidas [ Homem e Mulher – base em Deus], consequemente aos filhos contínuos, que necessitam da referência de país e matrimônio, “ O amor de amizade, chama-se caridade, quando capta e aprecia o valor sublime, que tem o outro…”Papa Francisco, 127, pp, 105, exorta A. laeli, 2018].

O amor, precisa ser alimentado, fecundado, e imprescindíveis, a nova Aliança. A segunda união para casais, são discernimentos justificados divinamente, e indissolúveis enlaços – Casamento sinalizados no rito consagrados um ao outro(a), de palavra e conhecimento passos e aliança de corpo e sangue anteriores, não são decisões pelos olhos, mais formados do porquê? É preciso ter formação a esse sinal, que profundo és, que aos se abriram, se assim forem alcançadas. Uma graça, alcançadas, louvores sejam, possíveis de firmes e fiéis no amor que cuida e zela… Cresce o outro(a) e a si mesmo e o matrimonio e família, é a proposta de Salvação, juntos aos reinos dos céus. Não impostas a situações circunstanciais individuais, casos, problemas e surgidas e oriundas individuais, sem sinais de amor e união e diálogos juntos, sem acaloradas chamas de desejos de dissoluções de comportamentos psicológicos para harmonias e equitativos de família, ensejos sociais civis, fecundos de acolhidas e escolhas ao matrimonio outrora, mais serem avivados divinamente. Respeito um ao outro (a), reavivamos o amor. Pós vindas a segunda União, não, mais discernimentos e convite do Senhor, voltai ao primeiro amor. Acreditem serem melhor caminho, o amor não acaba, renova-se, necessário e precisas . Às lagrimas, devidos ao pecado, escuridão, não podem assumir o lugar de Amor, compromisso em Deus ao recíproca mutuais. “ As vezes, os noivos não percebem o peso teológico e espiritual do consentimento, que ilumina o significado de todos os gestos sucessivos… E não podem ser seduzidas ao presente…Uma totalidade, até que a morte vos separe, (Idem, 212)”.

Confirmados, bases construídas a segunda união, a outro(a), exigem formação portanto Cristãs, não são passos de coisas aparentes e medidas por vezes somente consideradas caracteristicamente: Em comportamentos compatíveis estratégicos de união de contratos propícios e considerados ao: a) Contornos e caminhos diretos profissionais; b) Resoluções de problemas; c) Títulos; d) Contas e patrimônios de interesses; e) Família e imposições de interesses; f) Negócios e amizades apreciáveis; E, etc., De forma crítica, e olhos de fé, apenas para ficarem ligados, para proverem sinais aos discernimentos, aos que não sabem o que sejam “D, ao um lado e do outro” pois são essenciais tais sinais. Podem serem eixos de aproximações, tidas por destinos em conceitos sociais civis, mais os desenhos contínuos, podem serem discernidos porque, e não provocados e impostos…Perseguidos. Podem, ser consequências de paridades e anelos naturais das relações e comunicações, comportamentos profissionais, de uma espiritualidade e vivências. Creiam, a separação, não é o caminho…, escutar Jesus, dialogar e forma-se com outros, também ajudados e em Deus. O momento, é acolher o outro(a), e o processo de relação, para não saírem da salvação, provocado, por não guarda- se (Ambos), das armadilhas do mundo: Ciúmes, Cobiças; Adultérios; Seduções; Tentações; E inclinações das aparências …E outras. Muitos volta-se e percebem, os enganos do mundo, choram suas perdas, e decisões calouradas, e pressas, tudo passam, só Deus não passará. “ …Dois batizados consuma o matrimonio…, as palavras e gestos e fé, (Idem 213)”

Dissoluções de matrimônio e casais, que não se abrem a cura, libertação, compressões, perdão e amor do amor, somente entornam a 2ª união, num piscar de olhos, e paixões, tristes para irmãos(as), primeiro chamado divino. Forma-se…Uni-vos nas mutualidades com Jesus, que 2ª união, 3ª , 4ª e últimas uniões até que a morte, os separe-se , assim abertos, espontaneamente e livres para abraçar ao matrimônio de vidas. O convite – Bem vindos todos”, na construção de uma nova família, e duas vidas. Jesus, na cruz, expiou – Nos e ressuscitou e ergue – nos, na comunhão de ressureição, a Divina salvação, sempre presente, nunca ilusória, e infecunda. De forma a partilhar, em contextos a formação de adultos e jovens filhos(a) testemunhos. Vemos que tantos, sim, infelizmente, de jovens. Presenciamos tantos sim, que concretizaram -se e alinhados, pelo amor de Deus, pela escolha e acolhidos, a uma só carne! Que sonhos ilusórios e oportunos acenderam enganos, de seduções com inúmeras tentações. Em bases imagináveis de desejos provocantes, e insinuações, que impressionam e vislumbram, que ferem o vinho que é o sangue de Jesus, e o corpo do Senhor, mitigam as feridas abertas da dor (Pão). E sonhos que acendem um desejo, fazer o outro(a), acolhidos no amor, e encontrar, o verdadeiro e infinito amais -Vos. És que já és…a caridade . “ Os esposos que se amam e se pertencem… franquezas e erros…,(Idem, 213)”.

Para as vendas de olhos de esposos e esposas, pois turvos, e muitas vezes, pelo pecado das ilusões, ou sonhos das paixões, ferem o Corpo místico de Cristãos, e filhos(as), identidade de Deus, e humanidade de Cristã. Retornar ao primeiro amor! “Es a 2ª união: Deixei – Vos, que a graça, reavivem, a chama, e ao fogo da vida, de evangelho, nossa Páscoa – Ressuscitados. Portanto, Deus e casais, a segunda União, é retorno, aos ensejos, danificados, pelas ofensas, negações de compressões, faltas de diálogos, contornos recíprocos dos laços fecundos do sexo de ambos inteiros e cheios sublimes, enlaçados de escolhas. Caminhos, por dar-se, de proteção, compreensão, lembranças, infâncias dos inícios, adolescências de descaminhos, e afirmações aos poucos nos comportamentos das descobertas, de um e do outro (a); maturidade e segurança de família, que firmes de amor, em caminho , é Salvação. E enfim, e prepara-se para contrição da sabedoria, em Deus e no amor, conhecimentos da natureza e amadurecimentos do mistério em Deus. A família, até que faça a eternidade, Jesus, Reino eterno. ” Um amor frágil, ou enfermiço, incapaz de aceitar o matrimônio como um desafio que exige lutar, renascer, reinventar-se e recomeçar sempre de novo até a morte…(Idem, 123)”.

“Os caminhos dom matrimônio, nos formam, vivências dos desenhados aos convívios com esperanças e fé, que nunca se apagam -se, vocacionados para eternidade. Consagrados acompanhados, testemunhados , não descrentes, e aflitos, apagados na escuridão, Jesus se faz luz, a força da claridade divina, a sombra da morte não jamais, plenos de amor. Portanto, as segundas uniões, significam, permanecer um do outro(a) e família – Plano de salvação, renovados e batizados, no Espírito Santo. Aos poemas de Cânticos dos cânticos são sublimes, o Papa Francisco, forma as famílias Cristãs, sinodal, e documenta, por sinais a orientar, a exortação, de hino á caridade em São Paulo, por uma bússola:

“ O amor, é paciente,
É benfazejo,
não é invejoso,
não é presunçoso
Nem se incha de orgulho,
nada faz nada de vergonhoso,
Não é interesseiro,
Não se encoleriza,
Nem leva em conta o mal sofrido;
Não se alegra com a injustiça,
Não fica alegre com a verdade.
Ele desculpa tudo,
Crê tudo, suporta tudo, (I CO 13, 4-7) .

“A graça do Senhor, e nossa Senhora das graças, no manto Sagrado, de bênçãos…Ave cheia …”

Referência

1. Papa Francisco, (2018). Exortação Apostólica Pós sinodal – Amoris laetitia: Sobre o amor na Família, 202, Paulinas, MGO, São Paulo.

[ Colóquio: Escolhas e acolhidas ao amor! Es que o Espírito do Senhor, Jesus reaviva e batiza – Pai, Filho e Espírito . “Batizai ao Santo nome do Senhor!”. Jusenildes dos Santos. University Europeia Atlantic – Iberoamericana. TI. Teologia e política – FCP, 2019.]

IA – Inteligência Artificial: Hiper desafios criart´s e organizacionais hiper Big dates Parâmetros : SLOIA – Latino-americano Organizacional Inteligência Artificial “Uma leitura perceptiva em tópicos TICs”

I – INTRODUÇÂO

Mediante acessos as principais leituras de desenvolvimento de Software operacionais e programas e sistemas informacionais, nas especialidades de avanços IA – Inteligência Artificial, percebemos que determinantes de objetos temáticos vastos, de avançados eixos de conexão com seus conjuntos que se complementam tendenciais, cada vez mais a investigações tecnológicas científicas acadêmicas, em fluências de domínio organizacionais e criart s digitais: a) Dinâmicas e Bigs dates em formato por características distribuída de espécies de dados em armazenagens e provedores: b) Criat´s organizacionais em Softwares de entrenimentos desafiantes de ópticas e linguagem e imagens com circuitos Bigs Dates; c) Ecossistemas desafiantes para IA e equidades da comunidades e sociedades organizacionais em PP, para conexão e anelos com a cadeia da vida; d)As novas perspectivas terra bytes, por dimensão de leituras e codificação e descodificação em IA, para captação de informações de dados e armazenagens de sistemas em NUVENS experimentação, em tecnologia da informação e comunicação de circuitos de cadeia em redes de satélites por satélites em orbita de rotação e translação ao redor da Terra, a nível de parcerias de grandes Cooperações e Organizações e segmentos em aéreas e espacial outros comércios e negócios basicamente; d) Experiências de captação de imagens instantâneas em grandes Robóticas e robôs fotógrafos de imagens, com capacidades de memorias e coefientes de sistemas e programas com paralelos preparados para extraterrenos, por experimentos práticos tecnológicos, a exemplo: NASA EUA e parceiros Japão projetos espaciais, Rússia…e protótipos sistemas de avanços tecnológicos de estudos e investigações TI – NUAEA – Núcleo de pesquisa e investigação acadêmicos universidade – UFCAR – SP, que exploram com projetos – Planeta Marte e Planeta Dimensões solares em aproximação (Milhões de distância da Terra), de iluminação – Luz e radiação da estrela sol, leitura digital de dados – TERRA BYTES; e) Desafios de Software organizacionais em linguagem e codificação e descoficação sistemas algoritmos e equação para solução de problemas em suas diversidades de áreas disciplinares e conexão interdisciplinares com a TICs – IA; f) Engenharia de software; Investigações operativas; Informática e sociedade; Manejos de Dados e informação; Processos de negócios por arquiteturas e sistemas de informações organizacionais GRH – RH, e etc.; Computação gráficas, Design, AVA; processamento de imagens; Realidades virtuais; Construção e desenho por infraestruturas H e S; Teorias da computação; Educação superior – XXVII; Circuito concurso experimental de teses MSC e Doutor; Interação humana computador – Congresso; Mini cursos de informação graduação acadêmica e experimento de formação para ingressos e trabalho área disciplina inovação – IH – Bigs Dates; TICs e Interação humanas e suas infinitas interfaces – Softwares; g) Workshops em informações e parcerias de PP diversos de Publicações digitais de editores acadêmicos e privados institucionais e organizacionais, e outros tradicionais de membros e apoios parceiros; E, etc. Basicamente, todos os membros, que participaram, desenvolveram suas colaborações de estudos, investigações e pesquisa, com universos diversificados de extensões, principalmente projetos IA em Softwares. Que possibilitou nos tópicos para enfatizar : Conhecimento e aprendizagem em projetos em perspectivas de investigação, adentrando referenciais de déficits e propostos de objeto neste da inovação de temática: A linguagem de Dados e desafios da nova leitura – Conhecimento Dates – Bygs e Terra Byts em IH e IA e outros, por Insurgir preâmbulos, tópicos e eixos de que: Uma captação de imagem, é dado(s); Mensagem emissor ou receptor; um arquivo transmitido e enviado(s) e compartilhado(s), e sincronizado(s); Sistemas – SI e Programas. Referenciais de amplos Warehouses – repositórios diversas armazenagens em suas interfaces e seus avanços inovadores Softwares – TI. De forma digital que consideram em metodologias e métodos em diversas interfaces e FE com seus recursos, que produz aprendizagem e conhecimento(s), mesmo também geram produção de informações em comunicação. Grande desafio – Eco sistemas sustentáveis e IH e outros conectores com Seres vivos e humanos em cadeia conexas interligadas.

II – FE – Intelligentes artificiais

Pensadas para empresas de segmentos organizacionais em MBI e Etc., Pequenas, Médias e Grandes Corporações, numa espécie de Gestões Estratégicos, especificas , com perfis otimizantes a priori, para agilização e planejamentos – projetos e metodologias de trabalho, com simétricos de espécie de considerações por caracteres ágeis e rápidos.

2.1 – Características e seus perfis

Software – Sistemas de informações com otimização em solução de problemas linguagem Digitais em programas e sistemas de informação, preliminares de famílias e PPI – IA, inovadores adensadas e condensados com interligações e conexões de grandes Marcas, patentes externas e internas, hoje parceiros apoios e muitos em cadeias “Abertos”.

2.2 . Bigs dates e Programas e sistemas de informações

Grandes Softwares e pequenos programas internos e extensivos em Warehouse em seus repositórios de soluções, alcances de consideráveis e desenhos analíticos AI, compreensão próprias otimizadas, em gerencias computacionais interativas e operacionais, processadas de “S em H”.

2.3. Interação humana

Organizacionais, processamentos, operativos investigativos em diversos experimentos em diversas áreas TICs. Projetos em métodos e metodologias – Mercado de negócios e segmentos de Áreas serviços organizacionais especificas, por conexão e reconectares e de clientes e clientes dos segmentos;

2.4. Otimização perspectivas

Mais e a cada dia apropriadas a suas áreas disciplinares de avanços em TICs e seus déficits de inovações e adentrantes interdisciplinares e outros eixos de afluências e Co – eixos e Pós. Grandes aberturas convencionais Informáticas e Computação: E ensino, pesquisa e aprendizagem consequências epistemológicas e terminológicas com suas nomenclaturas em TICs.

2.5. PP – IA e Congregações conexadas.

Um grande desafio as políticas públicas e organizacionais e institucionais a suas adaptações e investigações e projetos para entornos e eixos perspectivos para a tônica e temáticas em seus objetos de estudos – produtos Software, em interação com interfaces de relação Homem e Máquina em equilíbrios e seres vivos e BIO em cadeia e conexão em negócios e outros teores orgânicos Gestão, e seus Ecossistemas á TICs, com TICs: mapeamentos, monitoramentos, Hiper e Bigs e Terras bytes e outros Warehouses e repositores específicos em segmentos.

2.6. Tendências – Software patentes extensivas – Domésticos e Negócios Statpys

Investimentos em pequenos ou médios negócios de experimentos Realidades virtuais com características de confecção artísticas de Criatr´s em TICs e ou experimentos de protótipos experimentais a serviços On line por encomendas: Segmentos comerciais e domésticos, e solicitação de serviços e ou produtos a serem fabricos e construtos em X ou Y tempo. Uma solicitação para oficialização a INPI – Instituto Nacional de propriedade privada, por concessão de abertura experimentais provisórias, para adaptação com licenças permanente, um exercício que existem competição de mercado, mais vantagens pelas características em inovações ou ausências de regiões, que podem carecer e apresentar implementações, e adaptações com improvisos e não obedecem aos tramites de otimização ágeis e rapidez com otimização, e as vezes certas demandas dão prejuízos aos clientes, que essas Starypys não assumem em suas carências e repassam para clientes. E o monitoramento para assegurar – se direitos comerciais – Juízos PROCON dão muito prejuízos pelas ausências regulares e leis de retornos investidos. Clientes desencartados com estes Livres Mercado perspectivo On line – RV. Alargam oportunidades ao emprego, e empreendimento jovem aprendiz, e pequeno empresário e seus mínimos investimentos, prósperos de entrar no segmento de serviços R$ 60.000, 00, ou $ 170,00 para protótipos acadêmicos e projetos em negócios comerciais empreendimento individuais e grupais. Consideráveis déficits de ocupação e trabalho para profissionais em TICs com formação regular superior e técnicos as novas inovações, e seus desafios jovens e investidores neste perfil e oportunizam conexão e aberturas, que apresentam um BIP – Bruto Interno Bruto, com margens leves em ascensão, otimizantes. Muito competitivo, e por vezes meio perigoso, apara avanços em outras regionais (Filiais ou matrizes), e equilíbrios manter e permanecer padrão de otimização concedidos para infraestruturas de espação.

CONCLUSÃO

Estes referenciais Simpósios – SLOIA demonstrou – nos, perspectivas importantes, e alargantes, pela abrangências de conexão de áreas disciplinares que abarcam campo de desempenho – IH – IA, em perspectivas em evolução, para as consideráveis referenciais para gerar aprendizagem em suas FE – ferramentas digitais introjetadas – Softwares e suas interações de interfaces diversas, e a uma nova leitura sobre conhecimento digital e seus periféricos e fontes informacionais: Dados é, e são seus armazenamentos e distribuições; Provedores; Desenvolvedores; Processadores e Processos, e etc., por conexão On line e digitais: Imagem, filmes, fotografias; Mensagens em emissor e receptor ; Diálogos e conversas; Simultâneos e Sincronias; Compartilhas; Repertórios; Repositórios; Warehouse; Big Dates; Terra bytes. E etc. Para desafios Softwares para IA, em suas interações por diversas interfaces com Ecossistemas – TICs para ECO digitais favor em cadeia e anelos seres vivos e humanos com eixos sustentáveis de conexão e multiplicadores, onde segmentos de indústria e comércio de automatização – TIC em equipamentos e produtos, faz em adaptação e galgando realidades sustentáveis e equidades para qualidades e Vidas. Inteligência artificial, precisa dar abertura para quem a inventou a criat´s digital – O humano e a lógica racional computacional e informatização, hoje, perspectivos para robótica e robôs, que não precisa otimização, mais interação com humanos, mais operações e gerenciamento para otimização, carente de seus inventores diversos para ampliar significados e presença com o homem, e não em lugar do mesmo, seus mantenedores e investidores financeiros para emprego e trabalho em capital humano. E então antítese: “Máquinas e artifícios inteligentes para uso e a favor humano e não em lugar e ocupar, mais demandas ágeis e rápidas com humanos afirmados serviços otimizantes. ”

[IA – Inteligência Artificial: Hiper desafios criart´s e organizacionais hiper Big dates Parâmetros : SLOIA – Latino-americano Organizacional Inteligência Artificial “Uma leitura perceptiva em tópicos TICs”. Jusenildes dos Santos. University Europeia Atlantic- Ibero-americano. TI. Teologia e política – FCP. Docência práticas – UTP – CLEI 2019, Panamã.].