A reta guarda construída de Neoliberalismo para Hipercapitalismo: Corvit – 19

Introdução

A Guarda da prevenção inexistente aberta de um Sistema de economia e desenvolvimento para evolução humana, deixada para um destino insustentável, é verifico popularmente e agora: Confinamento humano…Cadê o sustentável destino justo preventivo a serem adotados pela cadeia do planeta racional, onde paramos, mais ainda existe tempo. A cadeia dos Seres vivos e Ecossistemas, que não somente humana, mais: Visíveis aos olhos e lentes hiper aumentadas e dimensionada tecnologicamente e além invisíveis, na dimensão Divina, que não alcançamos, nem vemos e percebemos,. mais existem. A exemplo de extra Terra e outros planetas em paralelos de galáxia e outros sistemas luminares e estrelares. Não sabemos, se existem tipos de espécies de vidas. Mais sabemos, se existirem , e nossas Ciências e Tecnologias, não sejam tão avançadas para captar outras espécies anos luz milhões de anos luz da Terra. Mais o destino da Cadeia do Planeta Terra, pede passagem.

Consumismo e consumo

É esse somente destino do ” Homem”, e suas Nações? Sem resguardar suas riquezas naturais e existência de seus fins – Bio vidas. Sempre esquecemos, ou não queremos reinar, ao guardamos, ou salve guardar – Las, assim pensar: Vidas visíveis [ Animais racionais e irracionais ; Ecossistemas e biomas Faunas – Floras; Microorganismos em suas espécies BIO…E etc.]. O resguardo preventivo na estação da economia em desenvolvimento, em destaque a evolução da espécie humana e vidas, essa a realidade, em todas as esferas: Sócio econômicas, política, culturais e etc., que não traduzem e condiz somente e puramente com hiper consumo pelo consumo, da mais valia dos mercados do lucro, em suas cadeias de envolvimento de negócios e gestão, mais tamanho bens duráveis, além e para: Preservação da natureza e espécies; Construção de pilares de edificações de aspectos de constructos necessários de expansão equilíbrio sustentável, reconstrução possíveis e Valores éticos.

Destino e Era Digital somente?

O paradigma era digital, pede um – “Time, no O’ clock em tempo” e destino em construção de future, em suas instituições, Organizações e Não, Gestões, Governos, Sistemas, Comunidades e Sociedades, em seus aspectos imprescindíveis orgânicos de Valores éticos principalmente, esse és – On moment Time. Administrações e gestões de negócios em suas dimensões, com solicitudes: Pessoais insividuais e domésticas também para: Componentes e completudes de trabalho; Comércio; Mercados; Segmentos de negócios; Desempenho comunitários e atividades socioeconomicos e culturais; Religiosos e espirituais e etc. Estes que sejam proveniente de humanos inseridos em sociedades diversas e comunidades multidiversas faladas das descobertas das laborais de exercícios manuais e aperfeiçoadas para técnicas, e sobrevivência, ao consumo humano, suas espécies co – participe domésticas. Partilha comum em avanços e concorrências em invenções e criatividades com dinamismo cada vez maiores[M].

MaisValia e pouco além

Pilares sustentáveis cada vez esquecidos de sua geração e recuperação da Natureza e seus bens renováveis de produção de matérias primas orgânicas, seus Biomas e Ecossistemas. A BIO e Seres vivos em extinção na cadeia planetária de vidas.

A espécie humana e BIO Vidas

Os humanos não são os únicos na cadeia planetária, os Seres vivos que não é e não somos sozinhos e somente homens do raciocínio – Projects times da razão, somos a metanoia de proposta pensante e amante humana da cadeia do leque e guarda para avançamos em extinção e desequilíbrio de suas espécies. Abrir caminhos das esperas de equilíbrio e sustento humano também e sobretudo, em seus aspectos penetrantes de destinos negros, previstos de erros profundos de sonhos de acertar, mais na imediatez e rapidez do Time, sob tomadas de decisões em extraordinários negócios e seus futuros.

Mentalidade de negócios: Livre comércio e expansão

Plainadas de egoísmos: Faraornicos, Gigantescos e bilionários. Com dimensões de individualismo de suas potências econômicas e nações de governos soberanos de poder, que agem brechas de competição e concorrências desenfreadas do Capital estrangeiro de negócios, diluindo suas amplitudes comuna de sociedades em desenvolvimento. Temos perdas de espécies de vidas, sim e reinado do medo de sermos invadidos dos Desequilíbrios humano X Microrganismos de um vírus mutável, que sabemos com certeza que existe numa pira de minúsculo detalhes do microscópio de investigações científicas de empíricos, baterias de manipulações, sujeitos, supostos, sugestivos de exames. Vidas e seres insustentáveis se multiplicando, fora de sua presente forma de multiplicação, para nós humanos insustentáveis se proliferando dentro da cadeia .

Alerta a cadeia sustentável

Hoje significa rendemos a: Informação e comunicação as formas de disseminadores para educação informativa e telecomunicada, suportes de informações convencionais e Não, agentes sociais de emissores multiplicadores educadores e conscientes reproduzirem, criarem, observadas o trajeto para conscientização popular no Planeta. Alertas redobradas de registros para Leis, normas e regulações, a cadeia sustentáveis da Bio vida e Seres vivos. Para não perdemos o foco, que o microrganismo Corvit – 19 ” Coronavírus batismo científico, significa pensar que a cadeia viva, é pensamos – Humanos racionais e reinado, de que não somos sozinhos, mais em Cadeia de Seres vivos e sua espécies.

A saúde e prevenção

Prevenção antes, para não sofremos as perdas depois e pós. Neste, pede passagem, e seguir adiante, pois as cobranças naturais insustentáveis – Corvit- 19, que alarga – se as perdas e se- agiganta, em suas dimensões incontroláveis que humanos podem controlar seus dinâmicos assombrosos mutáveis. Retomar espaços em investimentos de prevenção será o momento paulatino, e menos veloz e ágil que as criatividades e dinamismo em inteligência artificiais elaboram e reproduzem em BIG Date e formas dinâmicas distribuídas em Terra Bytes de projeção e imagens colaborativas de linguagens de sistemas informacionais satélicas por cadeia, em pesquisas científicas com investigação em nossa gripes mal curadas do Contemporâneo. E suas contribuições não maleáveis do Neoliberalismo e trilhas do Livre comércio, longe de suas regulações sustentáveis para a sociedade e comunidades, dando cobertura e amplitudes de concorrências e competição pela preferência e ótica ” Capitalismo X Capitalismo desenfreado, deixando nível de nuvens e penumbra negra para espécies e comunidades humanas. Fendas abertas e profundas deixadas em gigantes nações e povos numa luta pelo sustentável. Avanços em retomadas de sistema de prevenção de saúde, possíveis corrigiveis e incorrigíveis perdas de vidas e ciência de investigadores da descoberta – O médico? chinês discrimado por disseminar informações em processo de anúncio, além de outras, para o não mal maior.

A mediatez da informação e comunicação

Pará e discernir caminhos, traduz escutas, diálogos e reuniões para traduzirem por: Retomada; reinicios; inicios, de decisão das insustentáveis brechas da prevenção e investimentos pela Vida, Seres vivos e Planetária sustentáveis caminho por discernir o, ainda não comum, mais inconscientes para maioria da população mundial e governantes de suas Nações Chefes de Estado, em retardo no Time de políticas em andamentos as décadas em evidências não hegemônicas de suas potências por Nações Unidas. Ainda temos as defesas abertas(Perdidas e feridas), e fechadas em nossas fronteiriças precisas de proteção nas amplitudes esferas desnutridas em políticas internacionais e seus blocos de comércio, e negócios em cadeias. Neste inclui se : a) Camada de Ozônio CO2 em déficit que clama e pede passagem, se seus prolíficos horrores a Natureza, reproduzidas a biodiversidade, insustentáveis ao Clima, e outras esferas da Cadeia; b) Água potável e sua extinção; c) Desmatamentos de biomas; d) Extinção de animais, e etc.

CONCLUSÃO

A consciência pedirá passagem aos inconscientes da humanidade, retomar um juízo final e destino do Caos ao Planeta. Um planeta sustentável é o caminho. Ainda existe tempo, no tempo, dentro do tempo: Paramos, olhamos e observamos o destino, visível que construímos, bons e nossos males futuro – Gripes e suas curas. Destino, este não queremos e desejamos, mais construímos e herdamos. Ainda há tempo, escolhemos…Sempre escolhemos…Sempre escolhemos.

[Reflexão: Santos, J. Dos., (2020). A reta guarda construída de Neoliberalismo para Hipercapitalismo: Corvit – 19. University Europeia Atlantic – Es. Ibeamericano – Br. TICs – Projects . Teologia e política – FCP. Docência prática. Aju, 2020.]