Desconstrução de virtudes – Natureza eterno reino

” Troco reino por ti”

Introdução

A invasão de filosofias descaídas e mortas da Idade Media, dos calabouços da intolerâncias e racionalistas, alimentadas por aspectos Ante – Cristãos, de cunho materialismo, Ante – Semita, e contraditórias de valores, comportamento da harmonia, de construção de Civilização da humanidade, principalmente do Ocidente. Recuperar espaços, do nunca construindo, mais destruindo, crescendo principalmente em meios e aspectos de movimentos – “ Onda do momento”. Aspectos como: Sociais; Econômicos; Culturais e religiosos. A cultura do comportamento da sociedade, tida de atraso, ultrapassado e doutrinaria. Principalmente, bases: Família, sexualidade; moral e ético; Bens públicos e comum; Sexo e natureza; Gênero sobrepondo um a natureza. Essa desconstrução de valores, não traz harmonia, pois quer projetar valores na formação sem bases e fundamentos, somente e exclusivamente desarticular, desajustar e impedir, romper bases, neste com princípios milenar Cristãos. Sobretudo e além, o homem e Deus, a humanidade a pessoa de Jesus. Ilusória, manipulativas, controles radicais, intolerâncias, radicalismo religioso e Conflitos de divisão.


Comportamento Ante – Valores: Natureza divina + Sociedade politica organizada

A conduta moral e civil, e ético de formação em bases educacionais e familiares, desencontrou- se de suas raízes nascentes, educadores, embalaram o hino, não faz parte da educação [Pais os filhos são teus], a Escola, ensina bases curriculares de conhecimento e formação regulares aprendizagem. A família pouco tempo, sem bases e despreparadas, sem formação – O que família? Para formar crianças e jovens, ate formatos de famílias desarticuladas e experimentais de adaptação, nem social e nem comum, porte de abrigo. As instituições sociais, civis e religiosas, e outras, sendo desafiadas. Se as bases, princípios e ordem orgânicos, hierárquicos, em fundamentos sólidos, sobretudo serão sucumbidas, neutralizadas e inviabiliza. Frutos da dialética e discurso em fluxos de contradição, sofreram espaço, em circuitos e eixos de influência implementação, infraestruturas, e sobretudo pilares. Em fé e razão, unidas completa – se, na construção da civilização e humanidade, se PF- Cristianismo e sua influencia milenar, consciência no livre arbítrio crescente e amplitude em suas dimensões, ecumênicas em diversos aspectos conciliares.

Virtudes e Livre arbítrio: Sem contradição

Contextos e eixos de formação em instrumentos, introdutórios para clarear, em exortação[CIC, Art.7, 2019], “ E disposição habitual e firme para fazer o bem.” morais, inicio de construção e definição , para fazer o entendimento e conhecimento na palavra, com vida em sociedade, e suas instituições orgânicas e civis: Virtudes humanas e Cristas. Em amplitude define, esses dois tipos de virtudes, em centro teologais, encaminham para a busca e alimento da perfeição, abrindo – nos , para a pratica estável e ação ativa de origem na integridade do Ser, completo. Acentuar, que a Excelência do virtuoso, aprimora – se, multiplica-se, de introjeção de si espontaneamente, ao melhor . Esses frutos, [FI 4.8] não sofrem contradição e nem imposição, mais de vida e harmonia, leva – nos questiona-se perante atitudes e ações. Acentuar- se quem “Tu Es” – Eu Sou, neste parêntese, Jesus sempre fora questionado e interrogado, para leva – lo as contradições entre: Ser, pensar e agir. Neste ponto do Evangelho, não contradiz, pois Homem vindo de Deus, o próprio Senhor. Essa afirmação, com determinação, em Ser, as tentações do ter, possuir, ou marcar território animal irracional, exaurisse. Outras, apenas iluminam e transparece… As chaves da escuridão, nos perigos do imitar de outras virtudes, exacerbadas, em querer ser o outro ou a outra, descaracteriza o Ser. Não se compra virtudes, constrói – se, alimenta – se. A virtude não e uma coisa, nem objeto, são as joias de valores individuais e ou coletivas. As afirmações características, das escolhas do Ser. Se dar referencias de atitudes boas ou má, acompanhar, esse trajeto formativo, nas pré- disposição, do melhor de si, [ CIC, 1804]. A inteligência, a vontade regulam atos, ordem dos acontecimentos, entornos possíveis paixões, guia- nos para exercício pleno da fé e razão. De fatos, que uma formação moral, advém desde ventre maternos, transpor ao nascituro humanamente, e criar harmonia por hábitos, a serem captados, sentidos e acionados vínculos em todos aspectos formativos e crescimento em ente maternal e por também paternal, no sentido de proximidade, e em sentido acompanhamento, seus extintos, acentuantes da maternidade, eixos também pré-natais, e formações por exercícios – Dollas e virtude voluntarias afirmativas. As exemplais e conceitos : Conversas, diálogos, orações, meditação, carinhos, a musica, ambientes harmônicos, e etc. O caminho comum criativo, expectativa, esperando e ampliado excelente, e cada a medida, a joia, de amor- As excelências do prazer em afetos, assim virtude cria laços, produz e gera outros.

Virtudes teologais: Deus e humanidade de filhos

Uma base, que provoca, e incide por conflitos – O ser, enquanto social civil e crente em Deus, aos primores da centralidade livre arbítrio, sentido perfeito Divino. Em parêntese, para uma antítese: Suor do corpo e trabalho, não aspira, agua fresca? Essas bases, de formação, galgadas, passos leves, sequencias, num caminhar, formam – se conceitos para: Momentos da razão, e encontrar- as da fé – Abrir e unir portes, comunicar- se e ligar- se plenamente, a Natureza e Divino – Sermos perfeitos, os mesmos não entram em conflitos, desafio da humanidade de filhos de Deus. O percurso Trino, a inteligência do conhecimento Divino, tornou em trinos, pois conhece sua criação por excelência maior – Humana, perfect d’ Deus, a imagem e semelhança , mais não es Deus, nem feito Deus. Plenamente, ao amanhecer da virtude, fermento da fé, ampliar – se a razão em harmonia, as condutas, ações simplesmente, desabrocha, naturalmente, quando acionada e desperta, disposta, espontaneamente, reconhece- se Deus , seu louvor. Ser, pensar e agir, reduz aos perfeitos contornos virtuosos, de forma que se contrapõe, e nem sobrepõe, imposto um sobre outro. A expectantes, um possível reflexos: Traz, paz, motivações livres, seguras, animações e ações disponível a vida, e moral, sem moralismo, modo alimentado, adotado, escolhido e acolhido. Fundamentos ou o primor, em princípios básicos, para amadurecer essa humanidade exortantes, essenciais: Fe; Esperança e Caridade. Infinitamente, para outras, esses contornos desenhados dia- a – dia, seus eixos, esses ímpetos e impulsões, conceituais de conjunto valores, pontuais exige- se empenho e dedicação, e o espelho as descobertas individuais aparentes e transparentes amáveis, que transfigura- se, apresenta- se, que sobressai – se a cada individuo, e filhos(as) de Deus. Sem acentua – se, notada, transparente e identificada, em humanos.

Desconstrução:. Humana vida cristão

A presença, abundante nos define criação divina, diante de tantas ciências e tecnologias epistemológicas teóricas e empíricas no conhecimento, a natureza obras da criação superior e muito além, numa ordem do tempo no tempo, de intensa renovação e multiplicação, que pois mais, correntes do pensamento surgem, marquem presenças e evidencias no tempo, intensamente abordem, defenda diante estudos – Obras do Acaso. Todo respeito e suas contribuições positivas, mais grandes cientistas, de estima elevação de supra sabedoria, ao longo da historia reconhecia a divindade de Deus. Ainda, tempos Contemporâneas Sec. XXI, afirma e defendem a magnitude “Deus e vida”, com espiritualidade, ensejam mais harmonia entre a humanidade temor e tremor Divino, pois sempre precisamos, ao desconhecido aos “Homens e mulheres” – Bom senso. A este a fé e razão, caminham a ” luz” em busca mais vida, e o conhecimento explicito a serviço, como caritos, ao trajeto de pureza, e ao abri – se a uma sabedoria – Retos e puros nos abrimos a Deus, infinitos solícitos, nunca lhes serão tirados. Mesmo em tempos tenebrosos, assustador, não inéditos no percurso da historia da humanidade, e civilizantes, pode – se dimensionar, grandes tempestades, catástrofes, calamidades e seus desafios a Ciência e artes da tecnologias a disposição, em suas virtudes, por tantos talentos, e sabedoria de Deus. Dentre doenças por Pandemias: Peste Bubônica – Eurásias (1343 -53) e Gripe Espanhola, (1918 – 20), respiro instigantes, ” Guerra Mundial”. E por barbáries – O holocausto – Auschwitz, (1933-45), que os Alemães, os povos europeus, diretamente os Judeus, raízes e origem do Cristianismo, traz a marca histórica, que envergonha a dinastia presente e vindoura. Bases de Acordo de Paz instituídas, a humanidade vive seus conflitos e Guerras. Em linhas da graça, no divino da Salvação, filhos (as), geradas e fecundadas da ausência e falta de Deus, em suas excelências humanas conscientes, a concepção, em momentos do prazer pelo prazer, que a natureza, não evita e impede, vidas fecundadas, que laços esponsais de fidelidade de alianças, e consagração – Frente a frente, um para a outra, são dilacerados irracionalmente, e fuga do controle racional – Vidas nascituros e nascidas, não lhes carregam as chagas, de profunda forma concebida, e por vezes abandonadas e excluídas, com estigma, do acaso e descuidos – Tempo para cada coisa. A natureza, respeito pois faz curso de natureza, mais cura, recupera, regenera, e preserva, pois traumas e feridas, são precisas de curas e libertação, tempos possíveis para refazer e desfazer males, a natureza em suas infinitas formas de vidas. As joias de valor, perolas e suas analogias de raridades, que frutos produzem e se faz crescer e multiplicar sempre. As estabelecidas leis da contradição, impelidas e absorvidas, pela impiedade das doenças em chagas de cegueira e não riqueza da alma fortificada – Moda do momento. Os caixotes da comunicação, imbuídas de relações cotidianas, por correntes desconhecidas, em disposição da virtudes, devido lugar a luzir. A reprodução, devastadoras de famílias, comunidades familiares conciliares, afetos, sobreposta e incluídas, as verdades da destruição das virtudes da natureza, impermeadas e invadidas, por conceitos não aparentemente padrão, da onda, veredas por incidências, provocativas, disfarçadas e introjetadas, em percurso para subtrair sobressair, evidenciar, ilusoriamente a Ser – desnatures: a) Ilusão de vícios e dependência; b) Comunicação e linguagem de inverdades, ao realismo; c) Aos marketing e bombardeio instantâneos digitais, oportunistas das calunias – Fake News; d) O correto pelo, errado e suas definições construídas, comunicada e invadidas em suas dimensões de privacidade; d) A comunicação e relações individuais e coletivas de ser e vida: Sexualidade; Afetividade e genitalíssimo, subjugado, depostos , sua natureza, e sociedade manipulada e sem respeito; e) Sociedades e negócios corroídos, pelo fascismo entre relações e compromissos, a infidelidade; f) Compromissos e relações conciliares abortadas, pela simples desfasatez; g) Matrimônios, por bases de experimentos de satisfação cordiais, sem laços de compromissos a família e futuros, neste contraditória; h) A ética profissional, e a excelência de virtudes, sobreposta a uma corrente sem fundamentos e princípios; i) Desvalorização da vida; j) A comunicação, das ausências de relações construídas, de amor e respeito ao próximo; l) O dialogo e da comunicação para trajeto e entronização da corrupção, e degradação de sujeitos e atores instituídos de pseudo poder civis e sociais; m) Imposição da desonestidade e omissão. E etc. Reafirmamos, que virtudes, em circuito pela opção da modismo . A vida publica de Evangelização, atos de apóstolos, São Paulo, grande exemplo de cristão, em tempos difíceis. – “Não vos iludais; de Deus não se zomba, [ GL. 6, 7].” Um contexto, imposto de comunicação, perda de chances, as coisas e aparentemente passageira, ao risco e ensejos de virtudes ao delineamento, buscas e atenção ao designíos do pseudo destino – Aproveite? Sem discernir. Ao encontro, torna – se caminho por separar joio do trigo, as contradições, humanamente, mais enfatizantes, acentua- se em espaços e brechas transparentes, enfatizam e fortalece e multiplica-se – Consolações e desolações, exercícios de discernimentos, exorta- se, para permanecermos alerta: As ilusões, e desfaces, de mundo, que podemos Ser, e alimentar, e levar outros próximos, vermos que as distorções, embalam: As seduções, tentações e inclinações que este olhar, peculiar ao escolher e caminhar, convida-nos a realeza natural, e sentido da perfeição sempre.

Jesus – Caminho de Salvação: Refletir se perfeitos

Cristãos, em caminho a perfeição, soma trilha, aos permanecemos fieis e aberto aos ensinos: Caminho, verdade e vida. Os filhos de Deus, não e caminho, mais testemunho de vida e fé, com Deus e em Deus. Muitos deixam – se falsos enganos, invadir e adensar, entre filhos de testemunhos da fé, e de intensões de boa fé, que sucumbem, caem e desgastam – se de imagem construídas – Testemunhos de fariseus. As virtudes , e natureza, terreno divino, presente e forte, só identificamos seus valores, e abertura do livre arbítrio, as libertações e cura. Estes solidos férteis da vida, de cristãos, solicita presença. Atentos, Jesus aos provocantes, ensejos dos gentis, ao prova- lo para saber e perceber, a que lado tendência, seus ensinos e testemunhos, sempre, firme apresentava, as ressalvas da fe. Uma face de virtudes de profissionais, posto em cheque mate, desfazendo a separação, o que foi construindo para vida ética e perfeição de virtudes valorizadas, e incertezas neutralizadas de seus desfaces de supostas virtudes, sem compromissos com o próximo, e fidelidade, do cuidado com a virtude, posto talentos – Jesus, caminho, verdade e vida.

Analogias e exortação: Semeador

O evangelho exortantes, da figura analogicamente, metodologia melhor aplicada um bom entendimento, paulatino, ao ensinar, a pedagogia de Jesus enfatiza : O semeador, a semente e o plantio e o tempo, predisposição humana e crista na vida, para semear da palavra, natureza e batizo acentua-te da virtude, presença de Deus. Abre paralelos entre, o que acontece, aos princípios de fundamentos – Evangelização: a) Cristãos, que ouvem, recebem a palavra, pregação, testemunho. Reino, e não o entende, não buscam aprofundar ao conhecimento, a formação e estudo, e fé, lhe são tiradas – Destruídas das obras divinas, e ate mesmo, o que ficou no coração. Vigiai, e orai…; b) O que se tornaram, cristãos, e foram por lugares pedregosos, com impedimentos, barreiras etc. Ouve, recebe, acolhe com alegria, mais não tem as origens de evangelizados em si mesmo, infelizmente, gostam de Oba …Oba, e Maria vai com as outras. Mais sucumbem, despreparados, desistem, e negam ao que foi semeado – A palavra, não floresce; c) Os cristãos, que foi evangelizados entre espinhos – Caminhos difíceis: O mundo, alienados, iludidos, irreais, pois atenção as coisas do cotidianos no mundo, ausências do tempo de Deus, e a ilusão das seduções das riquezas, a palavra posta no ultimo degrau de conduta ativa, sufocada não se multiplica, sem frutos; d) Cristãos, que encontraram a palavra, em reinos, bons, harmoniosos e com paz, era propícia, estavam abertos, ouviu, acolheu e diante de virtudes presentes, a entendeu. Produz, dará a razão e fé em Deus, dez…mil por um…cem por muitos…

CONCLUSAO

Ao momento, convida – nos voltamos ao primeiro amor, pois fomos criados a perfeitos, mantemos conceitos acentuantes de Santidade, conduzimos para sermos fieis diante da Natureza divina, por testemunho e vida, que olhos somos e temos a percepção, simples virtudes, alimentadas habituais aos contextos exigidos aos tempos, e conscientes, principalmente aos ensejos contraditórios, imposto a destrói, uma cultura em construção, que seus alicerces e pilares podem abalar, sustentáculos firmes, que aspectos salutares, e comportamentos despostos, perante escândalos gritantes de testemunhos em escala crescente, de pessoas publicas e desempenho em instituições fortes: “Uma corrupção, corroída na Polis – Cidade da politica – Coração de Deus. Quão distante veredas, de cristãos, e ou outros próximos, praticas em nome de uma fé, que virtudes em plenitude, aos olhos amados de Deus, em Jesus buscando contrapor a luz da natureza divina: Rejeição cotidiana aos circuitos de conflitos; Intolerância imposta, sem dialogo; Cobiça da vida de outrem, em detrimento de pessoais virtudes; Apologia as ofensas; Contextos ativos omissões; Apelos insistentes da maldade; Entronização da malicias; Abusos de eixos falsos testemunhos, em detrimentos de erotização; Inclinações, Seduções e tentações sem natureza de evidencias pelo subtendidos; Ausências de respeito entre homens e mulheres; Abusos de autoridade, perante acessos de direito; Impelir a contraversão; Negação da natureza da sexualidade; Adultérios; Dissolução de matrimônio, em estado vocacional; Falsos deuses, da contradição de evangelho, ou cultura de pratica elos de caridade em Deus; Adensam anedotas e seriedade em conduta provocativas, e indução a crime perigoso e horror ao expor a vexames; Prevaricação; Jogo de competição de Estado de poder; Falta de respeito humano, ao próximo…” . Um desalinhos da natureza de individuo ou cidadão, uma extrema inclusão de confusão, conflitos explícitos, uma projeção, de estado de desejo da inibição a vida em Deus, e com Deus – Santidade e caminho perfeição. A ilusão de riquezas, ao abdicar de virtudes sujeito de plenitude, as vocações e estados de vida, acreditamos de apologéticas de fatos, as escolhas sem respeito ao próximo, e seus discernentes, ao impor e induzir pela desistências, de mundo, e chamado de cada virtude, talentos e chamado – Projeto de Salvação divina: Reino eterno. De Deus não se zomba, aos olhos tudo vê! . A trilha de negação das virtudes e frutos da graça, serenidade e formação para civilização do Amor, a um mundo tenebroso, esse limbo que vem sendo desconstruindo. Es a questão, a fé construída, quão fraca e pelega, as forcas da contradição, de ínfimos inseguros comportamento social e Cristão, estado Laico, veredamos, contraditórios de valores. A reflexão dirige basicamente, aos católicos cristãos, sentidos de Laicatos de estado, mantemos nossa fé e praticas de PF – no místico corpo de Cristo. Inseridos em civilização de Estado de poderes hierárquicos, responsáveis, afirmantes constituídos, com direitos e deveres individuais e coletivos em sociedades de comunidade. Jesus, Caminho, Verdade e Vida – Livre arbítrio, a perfeitos, longe deste trajeto o projeto divino, confirmara, se fazemos a profecia do Pai, feito Humano, vida família de Nazaré, convite a Mae, de Jesus – Sim em laços, de amor e seres políticos e organizados, tempos Contemporâneos, o somos – Com, Deus, em Deus.

Referência bibliográfica

  1. CIC – CNBB. , ( 2019). CIC – Virtudes moral e crista. Temáticos de exortação leigos.- Textual . São Paulo, 2019.
  2. Wikipédia.org.

[Reflexão: Santos., Jusenildes., (2020) . Desconstrução de virtudes: Eterno reino. Aju, 2020.]

Publicado por

jusenildes

Pesquisadora Ciência da Informação - TIC digital Aprendizagem e conhecimento

Um comentário sobre “Desconstrução de virtudes – Natureza eterno reino”

  1. Uma pausa emergencial consciente, enquanto filhos da gracias, exortantes em nossa raizes PF – Cristianismo de Jesus, reluz entornar para enfatizar – Ao primeiro Amor. Testemunho vida, com respeito, hiper e totalmente gratuito. Simplemente, sem Guerras, e mentiras de bombadeios de desalinhos, desarticulares de familias e vida. Todos perdem nesta desconstrutivas linhas, melhores dias, uns destroi, atraidos, pelos enganos, fatitoides de quedas e falsas ilusoides, da pequenez humana, aos errantes, suas corregidas e ativas aplicadas. Aos factoides de condutas e modismo, sem fundamentos, serem melhores percurso, nao serem exemplos para Sociedade Contemporada de tempos, uma civilizados e seres politicos, e nao Oba, Oba de politicagem, quando nao se tem fundamemtos e bases institucionais, mini inteligencia do faz de conta, e algumas estorias. Aos homens e mulheres: Fe ( Deus ) centrando, com razao. Neste o sentidos de amor e respeito – Vidas.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s