A reta guarda construída de Neoliberalismo para Hipercapitalismo: Corvit – 19

Introdução

A Guarda da prevenção inexistente aberta de um Sistema de economia e desenvolvimento para evolução humana, deixada para um destino insustentável, é verifico popularmente e agora: Confinamento humano…Cadê o sustentável destino justo preventivo a serem adotados pela cadeia do planeta racional, onde paramos, mais ainda existe tempo. A cadeia dos Seres vivos e Ecossistemas, que não somente humana, mais: Visíveis aos olhos e lentes hiper aumentadas e dimensionada tecnologicamente e além invisíveis, na dimensão Divina, que não alcançamos, nem vemos e percebemos,. mais existem. A exemplo de extra Terra e outros planetas em paralelos de galáxia e outros sistemas luminares e estrelares. Não sabemos, se existem tipos de espécies de vidas. Mais sabemos, se existirem , e nossas Ciências e Tecnologias, não sejam tão avançadas para captar outras espécies anos luz milhões de anos luz da Terra. Mais o destino da Cadeia do Planeta Terra, pede passagem.

Consumismo e consumo

É esse somente destino do ” Homem”, e suas Nações? Sem resguardar suas riquezas naturais e existência de seus fins – Bio vidas. Sempre esquecemos, ou não queremos reinar, ao guardamos, ou salve guardar – Las, assim pensar: Vidas visíveis [ Animais racionais e irracionais ; Ecossistemas e biomas Faunas – Floras; Microorganismos em suas espécies BIO…E etc.]. O resguardo preventivo na estação da economia em desenvolvimento, em destaque a evolução da espécie humana e vidas, essa a realidade, em todas as esferas: Sócio econômicas, política, culturais e etc., que não traduzem e condiz somente e puramente com hiper consumo pelo consumo, da mais valia dos mercados do lucro, em suas cadeias de envolvimento de negócios e gestão, mais tamanho bens duráveis, além e para: Preservação da natureza e espécies; Construção de pilares de edificações de aspectos de constructos necessários de expansão equilíbrio sustentável, reconstrução possíveis e Valores éticos.

Destino e Era Digital somente?

O paradigma era digital, pede um – “Time, no O’ clock em tempo” e destino em construção de future, em suas instituições, Organizações e Não, Gestões, Governos, Sistemas, Comunidades e Sociedades, em seus aspectos imprescindíveis orgânicos de Valores éticos principalmente, esse és – On moment Time. Administrações e gestões de negócios em suas dimensões, com solicitudes: Pessoais insividuais e domésticas também para: Componentes e completudes de trabalho; Comércio; Mercados; Segmentos de negócios; Desempenho comunitários e atividades socioeconomicos e culturais; Religiosos e espirituais e etc. Estes que sejam proveniente de humanos inseridos em sociedades diversas e comunidades multidiversas faladas das descobertas das laborais de exercícios manuais e aperfeiçoadas para técnicas, e sobrevivência, ao consumo humano, suas espécies co – participe domésticas. Partilha comum em avanços e concorrências em invenções e criatividades com dinamismo cada vez maiores[M].

MaisValia e pouco além

Pilares sustentáveis cada vez esquecidos de sua geração e recuperação da Natureza e seus bens renováveis de produção de matérias primas orgânicas, seus Biomas e Ecossistemas. A BIO e Seres vivos em extinção na cadeia planetária de vidas.

A espécie humana e BIO Vidas

Os humanos não são os únicos na cadeia planetária, os Seres vivos que não é e não somos sozinhos e somente homens do raciocínio – Projects times da razão, somos a metanoia de proposta pensante e amante humana da cadeia do leque e guarda para avançamos em extinção e desequilíbrio de suas espécies. Abrir caminhos das esperas de equilíbrio e sustento humano também e sobretudo, em seus aspectos penetrantes de destinos negros, previstos de erros profundos de sonhos de acertar, mais na imediatez e rapidez do Time, sob tomadas de decisões em extraordinários negócios e seus futuros.

Mentalidade de negócios: Livre comércio e expansão

Plainadas de egoísmos: Faraornicos, Gigantescos e bilionários. Com dimensões de individualismo de suas potências econômicas e nações de governos soberanos de poder, que agem brechas de competição e concorrências desenfreadas do Capital estrangeiro de negócios, diluindo suas amplitudes comuna de sociedades em desenvolvimento. Temos perdas de espécies de vidas, sim e reinado do medo de sermos invadidos dos Desequilíbrios humano X Microrganismos de um vírus mutável, que sabemos com certeza que existe numa pira de minúsculo detalhes do microscópio de investigações científicas de empíricos, baterias de manipulações, sujeitos, supostos, sugestivos de exames. Vidas e seres insustentáveis se multiplicando, fora de sua presente forma de multiplicação, para nós humanos insustentáveis se proliferando dentro da cadeia .

Alerta a cadeia sustentável

Hoje significa rendemos a: Informação e comunicação as formas de disseminadores para educação informativa e telecomunicada, suportes de informações convencionais e Não, agentes sociais de emissores multiplicadores educadores e conscientes reproduzirem, criarem, observadas o trajeto para conscientização popular no Planeta. Alertas redobradas de registros para Leis, normas e regulações, a cadeia sustentáveis da Bio vida e Seres vivos. Para não perdemos o foco, que o microrganismo Corvit – 19 ” Coronavírus batismo científico, significa pensar que a cadeia viva, é pensamos – Humanos racionais e reinado, de que não somos sozinhos, mais em Cadeia de Seres vivos e sua espécies.

A saúde e prevenção

Prevenção antes, para não sofremos as perdas depois e pós. Neste, pede passagem, e seguir adiante, pois as cobranças naturais insustentáveis – Corvit- 19, que alarga – se as perdas e se- agiganta, em suas dimensões incontroláveis que humanos podem controlar seus dinâmicos assombrosos mutáveis. Retomar espaços em investimentos de prevenção será o momento paulatino, e menos veloz e ágil que as criatividades e dinamismo em inteligência artificiais elaboram e reproduzem em BIG Date e formas dinâmicas distribuídas em Terra Bytes de projeção e imagens colaborativas de linguagens de sistemas informacionais satélicas por cadeia, em pesquisas científicas com investigação em nossa gripes mal curadas do Contemporâneo. E suas contribuições não maleáveis do Neoliberalismo e trilhas do Livre comércio, longe de suas regulações sustentáveis para a sociedade e comunidades, dando cobertura e amplitudes de concorrências e competição pela preferência e ótica ” Capitalismo X Capitalismo desenfreado, deixando nível de nuvens e penumbra negra para espécies e comunidades humanas. Fendas abertas e profundas deixadas em gigantes nações e povos numa luta pelo sustentável. Avanços em retomadas de sistema de prevenção de saúde, possíveis corrigiveis e incorrigíveis perdas de vidas e ciência de investigadores da descoberta – O médico? chinês discrimado por disseminar informações em processo de anúncio, além de outras, para o não mal maior.

A mediatez da informação e comunicação

Pará e discernir caminhos, traduz escutas, diálogos e reuniões para traduzirem por: Retomada; reinicios; inicios, de decisão das insustentáveis brechas da prevenção e investimentos pela Vida, Seres vivos e Planetária sustentáveis caminho por discernir o, ainda não comum, mais inconscientes para maioria da população mundial e governantes de suas Nações Chefes de Estado, em retardo no Time de políticas em andamentos as décadas em evidências não hegemônicas de suas potências por Nações Unidas. Ainda temos as defesas abertas(Perdidas e feridas), e fechadas em nossas fronteiriças precisas de proteção nas amplitudes esferas desnutridas em políticas internacionais e seus blocos de comércio, e negócios em cadeias. Neste inclui se : a) Camada de Ozônio CO2 em déficit que clama e pede passagem, se seus prolíficos horrores a Natureza, reproduzidas a biodiversidade, insustentáveis ao Clima, e outras esferas da Cadeia; b) Água potável e sua extinção; c) Desmatamentos de biomas; d) Extinção de animais, e etc.

CONCLUSÃO

A consciência pedirá passagem aos inconscientes da humanidade, retomar um juízo final e destino do Caos ao Planeta. Um planeta sustentável é o caminho. Ainda existe tempo, no tempo, dentro do tempo: Paramos, olhamos e observamos o destino, visível que construímos, bons e nossos males futuro – Gripes e suas curas. Destino, este não queremos e desejamos, mais construímos e herdamos. Ainda há tempo, escolhemos…Sempre escolhemos…Sempre escolhemos.

[Reflexão: Santos, J. Dos., (2020). A reta guarda construída de Neoliberalismo para Hipercapitalismo: Corvit – 19. University Europeia Atlantic – Es. Ibeamericano – Br. TICs – Projects . Teologia e política – FCP. Docência prática. Aju, 2020.]

A família servos no Amor- Ceia divinissima em graças : Abertos em Cristo


Em tempos de guarda, penitentes simplesmente avisamos, essa em preparação para a festa- celebração da ceia em Páscoa, Jesus nova aliança onde em banquete e rituais em que os primeiros cristãos, ao tomarem o corpo e sangue do Senhor começaram a última ceia com Cristo.


Podemos contemplar dois momentos distintos históricos proféticos, vivos enraizados em planos divinos:


a)Profético de Moisés – Planos de salvação do povo Hebreus – Isaelitas do povo idólatra egípcio do império eslavo de cativos;
b)Profético de Reino salvifico,[ O Jesus libertador; O messias, Deus conosco].


Funde – se festa do pão Ázimos sem fermento, preparação para Páscoa. A história apresenta o Deus profético em revelação de Moisés para a celebração em ceia, e passagem da saúde- Êxodo do povo Hebreus, libertação, acontece orientação de símbolos e guia de rituais profundas:


a)Período de preparação pão Ázimos( Sem fermento), preparando por ideias da comida consagrada no tempo e dias de consumo em famílias;
b) Período penitentes, sem dedicação de trabalho;
c) Sacrifícios de animais com distinção em si para o consumo;
d) Períodos em tempos de guarda, preparação para dias, festas, semanas;
e)O local da Páscoa, os convidados além da família para consumir os alentos;
f) Concepção de basquete sagrado – Santa (Deus e seus filhos entorno sagrada).


O plano salvifico da boa nova, sua instituição fundada dos Cristãos também no tempo Paschoal perpetuando por gerações, e que Jesus provindos e vivendo neste prelúdio com Judeus.

Segue os rituais revelações do Pai – Páscoa e Nova Aliança.


A CEIA


A ceia primeiro dia dos Ázimos sem fermento(07 dias de preparação dos pães rituais) para celebração da Páscoa, Jesus instrui orientações proféticas para a Páscoa:


a) Local e despedida com discípulos, cidade disciplinar escolhido;
b) Além de rituais do povo Judeus culturalmente herdado,(ICO 11, 24- 26).
Este cálice é a Nova Aliança no meu sangue e corpo dado em graças entregue, povos, em memória de mim. O sangue da nova aliança- A 1ª Deus e o povo selada pelo sangue das vítimas oferecidas em sacrifícios. A nova é feita pelo sangue de Cristo, vítima oferecida em sacrifícios pelo gênero humano.
O banquete – A ceia celebração de renovação – A Páscoa. Jesus celebra a ceia com os discípulos preparada pelos mesmos e faz a revelação:


a) A traição por um dos discípulos (Escolhidos);
b) A indignação de todos em não acreditar;
c) Auto reflexão de palavras e atos diante da ceia e Jesus neste;
d) Jesus instrui o que irá acontecer, pois revelado ao Pai( Passos a passos);
e) Jesus celebra ao banquete sagra o sacrifício (Corpo e sangue), e redenção em graças;
f) Oferta o corpo e sangue no banquete comei e beber (Todos participam solenemente e sagrados.


Nova Aliança – Remissão dos pecados de muitos homens, e não todos.


A Páscoa – Festa solene também era momento de reconhecimento anterior de penitência ( Jugo do pecado) libertação de toda humanidade, espiritualmente Tementes a Deus.


g) Jesus prédio profeticamente que humanamente não estará em banquete e ceia,( bebendo do fruto a vinha); mais beberá de novo conosco no Reino de meu pai;
h) Prédios a negação de Pedro com analogia com a cultura e o tempo, para ele lembrar de fragilidades humanas;
i) No Getsemani(Lugar reservado) do povo hebraico com toda comunidade de discípulos;
j) Em minutos de vigilâncias, orações e súplicas: Prepara a alma com Deus e Jesus;
k) Jesus não fica sozinho (Os dois próximos estavam com ele nos momentos de angústia intensa. A comunidade participa;
l) Reconhece frágil e instrui vigília e oração com Ele. Afasta- se para intimidade com Deus…
m) Retorna e os vigilantes dormiram. Ele reconhece que a carne é fraca, mais o espírito forte…Por isso precisa vigiar para fortalecer;
n) Por 03(Três) vezes instrui e pede auxílio enquanto comunidade e as vezes não encontra apoio diante de despreparo dos discípulos, na vigília, são descaídos pelo cansaço da carne, e cai no Sono, principalmente Pedro;
o) Retorna consciente que o cálice e D’ lê mesmo e não da comunidade;
p) Instrui para repouso para dormir e liberta – Os da penitência de comunidade(Três e Ele);
q) Instrui para retorno para fazer cumprir a vontade dos pecados – O filho do homem…


Aos tempos de penitência buscam e retorno para o encontro de graças- A páscoa que celebramos em família, e comunidade, diretamente assumimos dos trilhos e leis do mundo, materializado de nosso Deus ao tornamos do visível, do que adora – Lo em Espírito, um Deus invisível.


“ Porque sem limites e a sua misericórdia para conosco, e eterna a fidelidade do Senhor, (Sl116, 2). “
Esse momento histórico de espiritualidade e religioso do povo cristão, como sinal visível, pacto em Deus e o povo. “ Tábuas da Lei à Moisés “. Guardada da aliança…Futura promessa com o povo dos mandamentos proféticos. Diante da condenação do povo hebreu idólatra do Deus invisível para ídolos construídos como força e de uma força – Símbolo de sua fecundidade e força.


Esse Deus idolatra da cultura egípcia imperador e seu povo opressor e escravagista. A justiça de Deus libertador ao libertar o povo hebreu.
O Deus idólatra é passagem da saída do povo (Êxodo), e com a Páscoa, em rituais.


A ceia e celebração da palavra e Nova Aliança


Jesus faz o ritual e ou ritos instituídos de servo, sendo Mestre e Senhor, enviado do Senhor na humidade com os seus discípulos, os escolhidos para continuar o caminho da Igreja, lavar os pés de todos os 12 apóstolos, para Glória de Deus. Exemplo instruído e enviado para perpétua contínua em uns dos outros.


Jesus conhecia a todos, diante de homens preparados por Ele para fundamentos em princípios da Igreja, e suas fragilidades, e indicações diante de tais responsabilidades na comunidade:

Judas Iscariotes no ser parte em corpo místico comunitário em Cristo, Senhor pleno exercícios de missionário na comunidade em sua liderança apostólica, é e faz se traidor, perante: Tentações; Inclinações; Seduções em defeito descaidos da carne, práticas de pecador, e a não exercício de amor e servo.

Uma digna missão seguir Jesus, e missão de ser também extensivo no poder de parte do corpo, sendo administrador de bens e toda providência financeira e finanças, decai com a lança dos anjos clementes e cegos de invejas e ciúmes (Demônios buscando abrigo nas fragilidades humanas), encontra espaços em meios comportamentais:

Insegurança;

Desamor ;

Egoísmos;

Afastado da aliança das práticas de ato de fé na comunidade;

Dúvidas;

Invejas;

Incredulidades, e etc.

Foi fiel ao tentador, em plena fraqueza, e infelizmente as práticas de vida cristã e harmonia nos ensinos e honra em selos de amor de Cristo e irmãos [Amor esponsal e pertença na comunidade, e ministério apostólico, servir e amar, a base de cristão que Jesus instituíra e exercitava com todos, e discípulos seguidores. Criou se a desarmonia na comunidade e Plano divino, pela prática dos escolhidos na vida pública de anúncio. Ficou a dimensão divina da Salvação o sacrifício já esperado de Jesus, sem o desenho plenamente da humanidade de Jesus, sem a completa comunidades, mais desenterrar a e fragilidades perante apegos, em brechas do mal, encontrando o refúgio carnal no coração de Judas Iscariotes, e desencontros em outros(Pedro).


A exortação segundo Papa (Francisco, G.ext, pp. 111, 2017), apresenta – se para prestamos atenção e ficamos atentos vigilantes, conscientes sempre, diante: Católicos cristãos, onde os riscos e limites encaminhe – nos, para não afastamos de Deus, inseridos na cultura Contemporânea.


A campanha da fraternidade CF 2019 – Políticas públicas: Libertados pelo direito abordou evangelizando e conscientizando Cristãos e Não – cristãos, a toda sociedade em 2019. Principalmente as conexões políticas de incursão e despolitização em direitos violados e ou de acessos, além de instituídos orgânicos e corporações e organizações governamentais e não em seus corpos organograma organizadas de hierárquicas de direito de PP em aspectos: Políticos e sócio econômicas, e etc., com base em carta magna constitucional 1988.


Graça sob graça…


“ Reconheceram – no ao partir o pão.( Lc24, 13.)”


[Colóquio: Santos, Jusenildes dos., (2020). A família servos no Amor: Ceia diviníssima em graças. University Européia Atlantic- Es. Iberoamericana – Br. Teologia e política – FCP. Docência prática, Aracaju, 2020].

A promessa de Cristo ressuscitado: São Paulo, teve conhecimento do mistério – Se converter á ministro submetido na fé ao Espírito Santo, O’ Jesus Vivo – “O testemunho de Saulo – batizado cristão São Paulo”

Déficits em P – PP SSAN: Discussão e polarização

Featured Image -- 1255

I – Introdução

À política SSAN, é uma dialética do discurso com correntes de pensamentos defensivas polarizadas numa temática P- PP Políticas públicas que emergem potenciais imprescindíveis de agregações que compreendem com juntos e complexidade de atores relutantes civis orgânicas de entidades e instituições que compreendem perspectivas de figurantes ingressos compostos interdisciplinares e transdisciplinares posteriores.

2.0. Dialética discursiva complexa

Construir dispositivos paralelos que agreguem, e unam as complexidades dispersas, e abertas para considerar direções provenientes predispostos em políticas públicas em SSAN, por prospectos de envolvimento de otimização.

2.2.1. CONSEA e a constituição de membros civis

As P – PP internas por Nações – Projeto de governos, membros ONU – Organismo das Nações Unidas em Secretaria de Direitos Humanos – DH, e de otimização subtemas DAANA – Direitos a Alimentação Adequada Alimentar e Nutricional, que agregam entornos de otimização, em déficits de suportes políticos em alimentação AN – Alimentação Nutricional – Nação, e perspectivamente frente de projetos – DAANA, que foram, e são propensos para projetos Interno – Brasil CONSEA – Conselho Nacional Segurança sub Alimentar, constituído por civis e outras entidades orgânicas internas de governos, com objetivo básico geral de traçar planejamento em Políticas públicas em Segurança alimentar e nutricional para nação, junto ao Governo vigente ordinário e Planejar; Prove e direcionar diretrizes em para aplicação em projetos de desenvolvimento do Governo, constitucional em vigência na nação, sob tutela de Concedidas – Conselhos estaduais de segurança e alimentar, em sub – metendo as secretarias de Governos estaduais e municipais desde 2000. Presentemente, e sucessivamente, sendo articulante de objetivos internacional – Mudanças em metas mundiais de aspectos imprescindíveis no Brasil e mundial – ONU – Nações Unidas, perante de metas 2030 perspectivas e estatísticas em déficits e segmentos de interna circulação, a FAO – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, e OMS – Organização Mundial em Saúde. Para dados eficientes e suas políticas de reversão em IDH – Índice de Desenvolvimento Humano.

2.2.2 . Metodologias – Tematização de GT – P – PP

Tematizando efeitos em Insegurança alimentar – IA a verificação de membros pesquisadores e outros adjuntos cooperantes e colaboradores participativos em ENPSSAN – Encontro Nacional de Pesquisadores em Saúde e Segurança Alimentar e Nutricional e PENSSAN – Rede de pesquisa Nacional de Saúde e Segurança Alimentar e Nutricional, sob tutoriais membros de equipe temáticos de grupos de trabalho, compostos em 06 (Seis), posteriores que postergam dispositivos em PPP – Projetos Políticas Públicas suas linhas concentradas em educação, ensino e pesquisa, bem como em extensão acadêmicas, por diversos segmentos de presentes, e neste em efeitos de enfrentamentos a perspectivas aos temáticos enfatizantes, nos trabalhos, enfocados e entonizantes.

2.2.3. Membros SSAN – Agenda 2020

Os projetos, em SSAN – Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional, com agenda pensante de Governo, sem otimização prósperas – 2030, no Brasil, no vigente Governo totalmente em desencontros de Projeto piloto dinamizador harmônico numa direção política e segmento com paralelas e hibrida congruências de diversidades e pluralidades de representações e supostas e desagregantes ideologias e bandeiras representadas perante população brasileira e diretrizes partidárias, por futuro cicatrizantes embates de contradições e adversidades outrora, por desalinhos SSAN. Des – articulantes, e centralizadora, não democrático, sem transparência em Projetos definidos, e dispersos, mais com cobranças de seus déficits socioeconômicos políticos e culturais, uma realidade que saltam os olhos em aspectos gritantes de índices para seus reverses juntos, uma direção por desafio e por paradigma de uma sociedade em mudanças e transformações no Século XXI, sua segunda década – 2020.

2.2.4. Propostas sub – temáticas

Prósperos de uma democracia que agregam diversas etnias por raízes, a presentes antecedentes e colonização: Etnias indígenas presentes adentrantes; Etnias Europeus branca; Etnias de Negros; E posteriores: Etnias de Orientais; Etnias Asiáticas, para uma afirmante miscigenação de povos para construção de um povo, uma sociedade nova, desafio até hoje, e suas contribuições sócio – econômicas e culturais. Neste contribuiria para constructos mais afirmantes, a exemplo da presença entronizantes dos povos Amazônicos e sua cultura Indígena presente no ENPSSAN 2019 – Pesquisadores e discentes em pesquisa, pontos reconhecidos de avanços, e neste sugerimos. Para ajustes futuros em reparações de seus déficits ENPSSAN – Rede PENSSAN, estes dispositivos mais avaliados e efeitos de conjunto – Regras a contrapor:

Featured Image -- 1255

a) Racismo institucional;
b) Áreas de pesquisadores institucionais;
c) Otimização de GT – Grupo de Trabalho;
d) Tempo médio – Pequeno – Discursão e controvérsias.
e) E etc.

CONCLUSÃO

Direcionar perspectivos de crescimento para otimização de P – PP – ONU – DAANA, procedem por construir entornos e reflexões acadêmicos, em encaminhar progresso de seus membros pesquisadores e academia, representada e apresentada a sociedades e entidades orgânicas e sociedade, que portanto agregam profissionais atuantes e outros atores que compartilham e colaboram e participam.

Referência bibliográfica

1. ENPSSAN. (2019). Eixos conexos e desconexos para questão: Insegurança alimentar- Políticas sócio econômicos e cultural P – PP: Uma reflexão em QQ. ENPSSAN 2019 de 09 de setembro a 13 de 2019, UFG – PENSSAN, Goiânia, 2019.

[Reflexão: Santos, Jusenildes, (2019). Eixos conexos e desconexos para questão: Insegurança alimentar – Políticas sócio econômicos e cultural P- PP: Uma reflexão em QQ. ENPSSAN 2019, de 09 a 13 de setembro de 2019, UFS em Goiânia. PENSSAN. University Europeia Atlantic – Iberoamericana BR. TICs – Projetos, Docência prática. Teologia e política- FCP, Goiânia, 2019[Grupo de trabalho – GT].

Produção científica- SSAN Disseminação e difusão: Extensões


I – Introdução

Abordagem conceitual epistemológico em relação aos eixos em relação a interdisciplinaridade e seus contextos disciplinares extensivos de ligação, e completude além de contextualização na concepção contemporânea no pensamento, (Zitkoski, PP.57, 2014), na amplitude de: Ensino, pesquisa e extensão aplicadas em apelos e vínculos auxiliares de seus cursos, e outros sentidos e sintonia racionais com seus instrumentais, o mesmo faz reflexão que: A racionalidade interdisciplinar, é desafio gritante, e sendo assim, as práxis de profissionais – pesquisadores, impulsionam para produção racional e linhas de formação humana de concepção científica acadêmica – Realidade em aplicabilidade e cultura de relações in loco, indivíduo para indivíduo, se conectado e dialogando, neste a possível conceitua de construções sem paradigma, que emerge e se situa direcionando caminhos e entornos, com linguagem teórica, por vezes filosofando, mediante práticas encontradas e detectadas.


2.0. Produção acadêmica científica


Sua prática, é uma realidade, que conceitua – se por fases, etapas e contextos técnicos por suas metas e ciclos chaves, de pontos de vistas, com seus diálogos e culturas in loco. Define, aborda e abre relações, constrói compressão e contextualiza – se , abre respostas e suas práticas e consultas teóricas conceituais terminologias de suas nomenclaturas para resoluções e soluções.


2.1. Insegurança alimentar


2.1.1. Impedimentos e barreiras em PPP – Projetos em otimizações.


Enfoque teórico tematizando IA, é uma abordagem pré- concebida de preconceitos para os que não aprofundam, estudam e investigam suas peculiares eixos e diálogos de cadeias de interlocuções com outras temáticas para situa – se e definir carnais de abordagem e delimitam sua extensão em déficits, pois produção científica mitigam caminhos.


2.1.2. Carnais epistemológicos de produção científica – Religare acadêmico de outras áreas


Questões e problemáticas, objetos de estudos de investigações e seus eixos de hipóteses com suas afirmações e aberturas e contextos, para resultantes indicativos, independem racionalidade e volumes de suas relações interdisciplinaridades, transdisciplinaridades e pluridisciplinariedade, desafiantes no processo. Ainda, outros de lugares disciplinares abasteceram saberes e construíram epistemologias e terminologias inovativas – Neste faz imprescindíveis produzirem e registrarem seus processos metodológicos, e linguagens conceituadas.


2.1.3.Produtos e recursos informacionais, popularizar – se em seus fins – Destino aprendizagem e conhecimento.


Muitos recursos digitais, metodológicas e ferramentas TICs, são importantes e valorizam a promoção acadêmica em seu ciclo disseminativas- Editores- Autores. Desafios e desbloqueios de exclusivismos da informação, méritos de carnais abertos também inclusivos que determinantes nesta construção de novos conhecimento.


Conclusão


A cadeia de processos de informação e comunicação, são mecanismos de religação disciplinares e seus constructos. Inconcebível profissional e acadêmico, desempenho de práticas e teorias de pesquisa, não construir conhecimento, e muito menos produzir, E abrir carnais de religação e ligações inovativas de diálogos de saberes, com suas culturas, ciências e linguagens. Mais a aprendizagem e conhecimento. Concebemos que IA – PPP, apresentam diagnósticos SSAN, diante de impedimentos e barreiras em PP – Políticas públicas em prevenção em cadeia BIO – Humana, que não encontram meios correlatos científicos em SAN, E que projetos preventivos de saúde médica adequadamente e nutricionalmente, somente se otimizam, em suas equidade naturais. As doenças e patologias desencadeadas pelo processo de insegurança de suas políticas públicas frágeis em suas práticas ativas, mapeadas em suas prevenções clínicas, auxiliam a construção de delimitações de carnais de diálogos científicos de cadeia disciplinares e direções de soluções. Abordagens conceituais de pesquisa e pesquisadores, situando problemas em pesquisa, E buscando respostas e soluções, adentrando em circuitos transdisciplinares, (G. Banner,pp.436,2008), apresenta ícone e desenho de interelacionamento de diálogo de saberes filosóficos, prósperos em cadeia disciplinares, e representação individuais de científica disciplinares e seus atores se interelacionando e transformando, confrontando problemas fins – Tese construída, dentre destas: Ecologia, Agricultura e ciência, Ética, Economia, Setores públicos, Atenção a pesquisa, Sistemas análises, Sociedade civil, Microbiologia[Os carnais de diálogos situa-se: Provedores – Perigos de alertas – Violência, em cadeira[Idem ,pp.437]. Outros carnais conceituais próximas [Parode, V. pp.332, 2014], adentrando e alargando compressão teórica, apresenta a otimização desta prática – Alcance e limites – Estabelecem interelacao de comunicação de diálogo, com informação e produção de conhecimento interdisciplinar e transdisciplinar, conceitua se , suas paralelas epistemologias de alcances e limites, como princípios da ligação dos saberes, reconhecendo possibilidades e viabilidade em outras pensadas, [Morno, 2002], adentrando e buscando outras disciplinares: Física quântica, Neuropsicologia transpessoal, Filosofia [Fenômenos], Linguagem semânticos, e outras. Entendemos, que não existem carnais fechados de construção de conhecimentos, mais em eixos éticos e outros círculos, existem limites e dimensões.


Referência bibliográficas


1. Frodemann, Robert., Klein, J.Tlornpson, Mitchanm, Carl, y Holbrok, Britt., (2010).Tchê Oxford hand book of interdisciplary. Oxford, SPI, Great Britain.(Prefácio)
2. Morno, T., (2002).The Oxford hand book of interdisciplary. Oxford, SPI, Great Britain.[Prefácio].
3. Parode, V., (2010). Interdisciplary – A memória ofan interdisciplinary caráter. , pp.4pp.243,2010.
4. Zitkoski, P.(2014). Interdisciplary – A memorier interdisciplinary cereer, pp.57, 2014. H. Artigs Center. University Jobs.
5. __________., (2014). Interdisciplary- A memorier interdisciplary cereer, pp.437.H.artigs center. University Jobs.
6. Graybill, J. K., Shandas V., (2014). The Oxford hand book of interdisciplary – Doutoral students and Warley cereer academic perspectives ., pp.404.
7. http://euspire.syr.edu/nevaworkshops/>
8. http://univ.ndscieuhumanitiespolicy.org/katrina/
9. http://www.csid.int.edu/
10. http://www.csid.unt.edu/


[Ensaio: Santos, J. (2019). Produção cientifica – SSAN. Disseminação e difusão: Extensões. XIV ENPSSAN, 09 a 14 de Outubro, 2019 UFG, Goiânia. PENSSAN, UFG. University Européia Atlantic – Iberoamericana, Es. TICs – Projects. Teologia e Politica- FCP. Docência prática. 2019].

Afluência em entornos: Assembleias e plateias – Informação e comunicação SSAN


I – Introdução

Participação colaborativa em assembleias e plateias debatendo e reforçando práxis em experiências com discussão e paralelos conjunturais regionais acadêmicas e profissionais de membros PENSSAN, painéis em mesas; Defesas; e outros. Bastantes atuantes, e questionantes de forma também contributiva, colaborativa e participativa.

2.0.Perfil de discussão


• Indicativas com dados competitivos;
• Síntese conjuntural – PP SSAN;
• Analítica e considerações por pontos;
• Situacional em análise;
• Demonstrativa e amostras de dados complementares;
• Conceituais e epistemológicos;
• Sugestão acolhidas:

a) Trabalho de campo com eixos litigantes disseminativas de informação para aprendizagem e problematização – QQ para aplicação pedagógica;


• Análise interna externa Internacional e nacional;
• Representação institucionais contribuida e civis; Entidades;
• Abordagens – Síntese experiências práticas; Teóricas; Projetos práticos acadêmicos.


Conclusão


Conscientemente, a presença participativa do corpo acadêmico e membros consolidam a uma conjuntural de evento ENPSSAN 2019. Em síntese de referência e estudos relatados aqui. Frente a cada tema e mesa de colocações e estudos investigativas de pesquisadores e cientistas em SAN. As posições e firmes tópicos e ênfases emblemaram politização também, podemos afirmar colaborativa e nunca divisora e separativa, mais somas e conjunto. Assembleias se somam, congregam para avanços, na Câmara de discussões e planejamento futuro de executiva, acadêmica sobretudo. As contribuições possibles mobilizaram futuros passos a serem planejados para o PENSSAN, e peculiar particularmente incrementando, nunca presenças substânciais de revoltas e subgrupos paralelos, posição está sintetizando avanços, a nível de membros, mesmo com fragmentação universitária de políticas públicas de avanços em nossos déficits de saúde preventivas em SSAN e apresentando atrasos. O estudo pessoal e individual, apresenta maturidade de reflexão perante academia e entidade membros, sem polêmicas ou ingressos para retardos de pensamento. Enfrentamento aos efeitos, futuras será preciso, diante de problematização conjuntural de SSAN – BR, de caráter somativo e complementar de cada plateia e assembleias.


Referência bibliográfica


1. PENSSAN, (2019). Afluência e entornos: Assembleias e plateias – Informação e comunicação – SSAN . XIV ENPSSAN em Goiânia de 9 a 14 de Outubro de 2019, UFG.


Reflexão: Jusenildes dos Santos. Afluência e entornos: Assembleia e plateia – Informação e comunicação- SSAN . XVI – ENPSSAN, UFG em 09 a 14 de Outubro de 2019, Goiânia. ENPESSAN – PENSSAN, FIAN Internacional in Brasil. University Européia Atlantic – Iberoamericana. TICs – Projetos. Teologia e política – FCP. Docência práticas, UFG, 2019.

FE – Ferramenta Tecnologia da informação e comunicação: Percepções em auxílios pedagógicos para Sistemas informacionais – Aprendizagem e conhecimento

I – Introdução

À utilização e usualidade de recursos SI – Sistemas informacionais na percepção de auxílios pedagógicos – Apresentação de abordagens de produção – Síntese orais. A metodologia transversal: a) FE – Ferramenta em sistemas informacionais essenciais como : Editores; Ortográficos; Mídias de comunicação; Leitores auxiliares visualização Otimização de textos; Normatização textuais ISO ou ABNT, etc. Consiste apresentar exemplos populares de família Microsoft ou avançadas conexos e interligados , tais como: Word; PDF; ADOBE; Apresentação como: Power points; Slaids; publicher. Máquinas com processadores; retroprojetor de mídia. Navegadores auxiliares www- carnal aberto em World Wide wund: Charme; Explorer; Mozeli . Mobile para Leasing comunicacion in lession ; Mobile sistema virtual AVA, e etc. Sistemas gráficos web design; Sistemas de captação de fotográficas E imagens: Fotocsooping; SCAN de imagens documentais; comunicação de conversas chat : Scapy; whatzaap, Dados de evolução de sistemas e armazenadores: downlords; arquivos files.

2.1. Tópicos em linha possibles

2.1. Parâmetros dinâmica de organização, investigação e pesquisa para otimização

• Definição de serviços de otimização em apresentação de estudos e abordagens orais ou pontos palestras essenciais de modelos pedagógicos auxiliares TICs
• A método e metodologia de dados e imagens: Gráficos; Tabelas; Fotos; Filmes; documentários; Vídeos; Music; Dinâmica com games; Podcast de gravação e escrito com voz;
• Esquemas e apresentação;
• Tipos de recursos de comunicação: a distância ou semi presencial, e
Sincrônico ou assicrônico. Tais: Videoconferência; Conferência; Aulas de sala; Laboratórios multimídias; Auxílios ferramentas simultâneas de controle do método: Tablet, celulares, notebook;
• Formatos de recursos imersivos com sistemas.
• Ferramenta Art’ criat; Desenhos. E etc. Organizadores de análise com arquiteturas organizacionais dinâmicos com passos a passos, e metodológico.

2.2. Planejamento com cronograma e definição

• Sistema informacionais e escolhas e seleção;
• Consulta em potenciais de programas familiares;
• Avançados sistemas;
• Consultas em fóruns;
• Consultas em comunidades ;
• Consultas de profissionais;
• Pesquisas e investigações www, base de Dados; e etc.
• Seleção e testes;
• Trabalho e seleção;
• Salvar e cópias.

2.3. Perfil de apresentação abordagem

2.3.1.Dinâmica pedagógica e método selecionado .

A dinâmica a ser apresentada oral basicamente, E com completos auxiliares com metodológicas práticas do domínio de conhecimento e aprendizagens com possibles interação de máquina assicronico ou sincronia inteligentes artificiais, utilizando BIG Date ou terra dates, e etc. Enfatizara para síntese de todos os tópicos de esquema de projeto.

2.3.2. SSAN – Projetos

Uso de dados – Base de pesquisas em sondagens – Interna – Externa.

2.3.3 . Metodológicas usadas

Contornos de desenhos, imagens, citação, computação gráfica de dados; Arquiteturas de gráficos; Máquinas- PC LENO Imagens; Mapas visualizações; Dados resultantes; Foto prato e branco, com linguagens(Português e Inglês ontológicas);Presenças de grupos também a avaliador em contribuição. Isográficos, estatísticos WWW; Imagens de resgates – Jornais antigos/ Obras raras.

2.3.4. Projeto – Instâncias de pesquisa

a) Doutor – Prazo findo;
b) Projeto – Dissertativos.

2.3.5. Cenários de estudos

1. Objeto temático;
2. Conceitual e epistemológicos clássico; Literário revisor;
3. Metodológicas – Aplicação; Questões e discussão aplicadas – Programa SSAN; PENSSAN.

Conclusão

Abordagens inclui pesquisas pedagógicas e práticas de experimentos e formação em Dados digitais e mentalidade formadora e terminológica praxes de conhecimento e informação em ferramentas em sistemas informacionais, a serem trabalhados apresentações e diversidades de disseminação enriquecidas com TICs imprescindíveis em dia a dia de pesquisadores e cientistas em áreas disciplinares do conhecimento, E comunicação acadêmica e publicações por também editores.

Referência bibliográficas

1. ENPSSAN – XIV. Encontro Nacional de pesquisadores em segurança e seguridade em Alimentação e Nutrição, 09 a 14 de Outubro , Goiânia, UFG 2019). XIV ENPSSAN 2019. Org PENSSAN Rede Nacional de pesquisadores em Seguranca6 e Seguridade Alimentação e nutrição. UFG, Goiânia 2019.

[Reflexão: Santos, Jusenildes Dos., (2019) . FE – Tecnologia da Informação e comunicação: Percepções para auxílios pedagógicos para sistemas informacionais – Aprendizagem e conhecimento. University Europeia Atlnatic – Ibero-americana. TICs – Projetos. Teologia e Política – FCP. Docência pratica. ENPSSAN – PENSSAN 2019. FIAN Internacional – Brasil in. UFG , Goiânia 2019].

AAN – Alimentar – se adequadamente nutricionalmente: Conceitos, percepção de comunidade acadêmica – Universidades públicas.

I – Introdução

Entornos conceituais, E pano conjuntural de fundo – Comunidades universitárias acadêmicas, em campus centrais e descentralizantes e unidades, aglutinam a temática, com essenciais parâmetros positivos em coeficientes de agregação de conjuntos de construção e aspectos perspectivos – Saúde e outros mental e médicas nutricional para comportamentos – Discentes, docentes e em apoio administrativo e pedagógicos de infraestrutura em restaurantes concessivos universitários in loco a política de sustentáculos ao intra campus, junto sugestivas opções de gestão na cidade universitária por prefeitura ativas e seus i inúmeros departamentos em graduações e pós graduações e seus núcleos acadêmicos objetivos.

2. Conceitos e coeficientes – Constructos

2.1.1. Alimentação 24 horas.

Bases conceituais científicos essenciais para Bio vida humana; Básico LSN:

• Todos precisam alimentar se adequadamente e mutualmente;
• Adequadamente e nutricionalmente;
• Mas adequadamente e não restritivamente;
• Consumo N- A em linha
2.1.2. Alimentação – DHANA

A procedência de direitos humanos, para sedes assegurados em bases constitucionais de carta para Nação, compreendem por instrumental básico para introjetam PP – Políticas públicas e diversidades sócio político econômico, de desenvolvimento da sociedade. Todos assistidos para direitos, de buscarem, E proferem através de consumo a cada dia – 24, Ano – mês subsequentes, em DHANA para todos.

Ausência de preconceitos entornos da temática – Direito humano assegurado, E reconhecidos constitucionais:

• Membros países ONU, visíveis procedentes prioritários, por reportares em básicos projetos governamentais;

• Essencialmente presente. O Brasil preconceitualmente entende, e preconceitos – se por pensamento de esquerda de avanços , totalmente preconcebidas, e desconhecidamente desinformada de aspectos institucionais de gestão políticas adjunta de realidades conjunturais de terminologias técnicas construídas acadêmicas científicas e práticas, também filosóficas teóricas reconhecidas, nestes e outros de apoios universos, disseminativos e formativos pelos meios de inserções incluídos sistemas e organismos orgânicos da temáticas, além de especialistas e educadores cientistas e sua área de estudos, e investigações de núcleos centrais de construção e ensino, em pesquisa da tematizates – evolução e questões em AAN- Alimentação Adequadamente e Nutricional. Assim essa definição de preocupação e pré- concepções pouco formada da sociedade em comunidades, com posições inconcebidas da temática e realidade econômica e educativa de objetivos conceituais de adequadamente e nutricional em qualidades e quantidades tematizados e sistemáticos subtematicos específicos de apoios em : Saúde, nutrição e médica mental público e outros adjuntos paralelos prioritários para formação continuada em um ser vivo humano neste. Por tanto essas alfabetizantes preconcepções de temas ou aspectos por um exemplo e desenho e fontes preconceituosas, define se que atrasam bases disseminativos a ciência e sua epistemologia que unem nutrição e agregadoras: Saúde pública preventiva. A formação que nos cabe abordagem com entrevistas mesmas abordagens de estudos e pesquisa científicas acadêmicas e técnicas, está sua consistente especiais de atenção em CIN – Ciência da informação e comunicação com bases que se completam TICs, que ajuntar suas tecnologias provindas de Valinhos de técnicas avançadas com desenvolvimentos e processadores de bases e interativas de inteligência artificiais- Dados digitais. Além de publicações de comunicação acadêmicas e editores no campo disciplinar e interdisciplinar conjunto agregadores áreas técnicas e específicas digitais. Estas frentes individuais ou institucionais em suas organizações precedentes de fontes informacionais, referenciais de informação formação, para ensinos, Unidos de introjeções organizacionais centrais de avanço de investigações e pesquisa. Suas metas a serem atingidas precedentes de PP – Políticas públicas educacionais de aprendizagens, séc. XXI – DHANA por Direitos humanas em alimentação nutricional adequadamente. Destinam conceitos desenhados de temáticos estudos, E ativam PP – Políticas de bens públicos em seus déficits a reconstruírem e ou construírem contraditórios da sociedade e comunidades de sua cultura alimentar e suas raízes originais de produtos de suas culturas agrícolas e produção econômica regional procedente in loco, a serem verificadas e exploradas e informada e disseminadas. A temática abordagens faz necessárias suas básicas, para muitas positivas políticas públicas de comunicação acadêmica e seus editores correntes de filtração comunicadas e anuncia dos os campus e bases informacionais. Quebrarem esses preconceitos, e preconcepções que também desculturante preconcebidas , e concebidas erroneamente a que lhes cabem cientificamente acender políticas públicas- AAN ligadas a poderes educacionais formativos ao povo, acerca AAN importante para o BIP – Produto Interno Bruto, esse conectores imprescindíveis para saúde preventiva a serem investidas sistematicamente, para prever trajetos de doenças e enfermidades endêmicas epidemias públicas, impedimentos e barreiras sem perdas de vidas desencadeantes de altos custos emergenciais. Essas regulações, assim procedem suas leis legislativas, a serem aplicadas e disseminadas a sociedade, depositadas a disposições e pedagogicamente entornantes comunicadas e informadas em carnais próximos ao alcancem.

2. 2. Metodologia aplicada comunicação acadêmica – AAN

2.2.1. Métodos pedagógicos TICs.

O PODCASTS – Sistema utilizando técnicas e tecnologias com interação humana, com participação em introjeções acadêmicos pedagógicas de ensino, para produtos em recursos informacionais a serem em áreas disciplinares comunicadas e disponíveis de alcancem, por produtos digitais, como:

• Escritas faladas;
• Gravações de vozes textuais;
• Traduções de línguas;
• Produções de contextos;
• Gravados escritos;
• Temáticos.

2.2.2. Em redes sociais – WWW para INFO PODCASTS

• Produção de PODCASTS;
• Temático para: Evangelho por formação
• Redação;
• Questões médicas mentais – Introjetes antidepressivos orientados.
• Gravações temáticas.

2.2.3. Entornos tecnológicos, informação e comunicação

Percebemos tempos com vivências de conjuntos de comportamentos antropológicos sociais e psicológicos para trabalhos e ocupações produtivas de meios de produção onde a características por contratos flexível e com flexibilidade, passíveis a formatos de correm – correm, em extrema competição e espaços difusos diferem de ambientes sempre diversos a todo instante. De investimentos financeiros para prover, de trabalho, e outros tipos de comércio que percebem, o signo e segundo elementar, presente e figurando.

2.2.4. Dispositivos in loco inseridos

a) Repor, dispensa a geladeira, reafirmar que urgentemente, procedem necessidades para:

• Provê anteriores trajetos econômicos e outros;

• Reposição de objetos alimentares em produtos de estilos e tipos de alimentos em suas necessidades nutricionais adequadamente QQ, para consumo, básico e essenciais construtores e de construtores nutricionais;

b) PPC – produtos produzidos para consumos. Frutos, legumes, proteínas, grãos e etc. Frentes públicas concebidas;

c)Políticas de empregos e meios inovadores de produção, para trabalhos e ocupações laborais, em regulares participantes substanciais de conjunturas interno e externo, em cadeias conexas;

c) PPCN– Políticas públicas para comércio e negócios, sistemas organizacionais de cadeias de supermercados de abastecimentos, e em: Distribuidores e vendas para:

• Atacada;
• Varejos.

d) PPFD – Políticas públicas para fornecedores distribuidores de redes de tipos de comércio de alimentos e outros;

d) PBEI – políticas bilaterais exportação – importação em tratados comerciais em blocos comerciais e grupos setoriais de comitês comerciais: Mercosul; BRICS; e etc;

e) PPAT- políticas públicas em tecnologias agrícolas de produtos e tecnologias de plantios e comércios;

f) PPPC – Políticas públicas em preservação e conservação com regulações e legislações em áreas de plantios e agricultura e outros:

• Reservas públicas por concessão;
• Áreas e reservas de preservação;
• Áreas demarcadas e públicas tombadas explorada permitidas de riquezas: Públicas governamentais e patrimônio demarcado de comunidades;
• Saúde pública preventiva, nutrição médica e mental etc.

g) PPO – Políticas públicas orientadas. Preventiva AAN:

h) Publicação de comunicação acadêmica e informação.
• Difusão;
• Disseminativos;
• Uso de mídias de comunicação e informação;
• Redes sociais e redes – Www – Wide world.

I) PPE – políticas públicas em educação. Ensino universitário acadêmicos para: Pôs graduação e graduações em – Latus sensus

L) e Stritus Sensus.

• Planejamentos;
• Programas curriculares e extracurriculares
• Conteúdos programáticos disciplinares e interdisciplinares departamentais;
• Investigações em projetos;
• Pesquisas QQ;
• Núcleos acadêmicos práticos;
• Laboratórios de práticas disciplinares;
• Extensões temáticos universitários acadêmicos e comunitários.

J) Centros de estudos avançados departamentais:

• Pesquisas;
• Estudos e investigações por equipes de áreas e específicas docentes com: Cientistas e pesquisadores, além de especialistas de apoios pedagógicos.

m) PPA – Políticas de articulações acadêmicas

• Equipes interdisciplinar acadêmicas universitárias;
• Interna e externa de articulações em providências de programas;
• Manutenção coordenadas intrínsecas;
• Rotinas constitucionais de regimentos articulantes;
• Regulações corporativas e em cooperações particulares.

2.2.5. Prefeituras – Campus centrais

2.2.5.1. Tópicos afluentes reais

• A realidade de frente em filas extensivas de restaurantes centrais, em campus, uma política grave de suportar horas de esperas, pela concentração de discentes e funcionalismo interno optantes. Horários de refeições: Almoços; Jantares e café da manhã;

• Restaurantes funcionais apoio técnico e pedagógicos;

• Restaurantes adjuntos conjunturais internos e externos de proximidades de campus;
• Restaurantes lanchonetes;

• Alternativas de refeições curtas e rápidas interna e externas.

Conclusão

Diante de todas infraestruturas e preventivas políticas comunitárias planejadas e em gestão ativa estratégicas ainda sobrevém tementes episódios de acomodações não adaptáveis de acomodação e infraestruturas rápidas e de otimização de sistemáticas de campus e cadeias e conexões de apoios para lamentações básicos em PP – AAN. Ainda muitos déficits de gestão ativas de campus para evitar preventivos problemas, em restaurantes universitários e parcerias de apoios funcionais. Concessões e PP AAD exclusivamente inadequadas gigantes filas, sistemas ultrapassados de sistemáticas centrais. Para metabolismo e biologicamente, todo processo de espera criam impedimentos saudáveis da evolução de AAN, E suas cadeias alimentares e nutricionais e saúde metabólica para harmonia antes das refeições e pós para digestão. Além de gigantescas fileiras infindáveis. A opção econômica de restaurantes centrais, preventivas, a sistemática mais observada. Certificar se ao biologicamente e químico, além da manipulação apropriada se aplica se a política alimentar por cadeia: Em AAN e DHANA. Fundos horários, e humanos biológicos digestivos; prove dispositivos regulares em PP AAN, em repor reguladores reais a cada realidade de campus. Entornos PPU – Políticas públicas universitárias acadêmicas. Os mesmos protocolares a cada conjunto de programas departamentais e suas dinâmicas curriculares e ocorrências articulares provedores automáticos. Esses dispositivos, ao QQ em políticas de manipulações de alimentação precisam de ativas gestões estratégicas aos alcances, que reportem alternâncias e mudanças a uma clientela diversas, E suportes. O ser humano, basicamente: Discentes; apoio académico e docentes além de visitantes. O orgânico dinâmico sistemático precisa de articulações capazes de reações adversas além de rotinas. Esses Eixos e afluências inovativas de consultas e avaliações carecem PP – em AAN e DHANA. Essas influências, como potenciais para formarem fontes de energias reconstrutoras para ativos neurais intelectuais criativos, lado direito do cérebro, nestes sistemas por déficits, seus recônditos construtivos não muito contribuem em preventivas, a serem ativados por cadeia alimentar. Reafirmar entornos positivos, se faz necessárias. As vantagens e desvantagens em PP AAN – restaurantes e parcerias, urgentes áreas disciplinares em nutrição e saúde acadêmicas, e articulações para influências e afinantes apropriada para PP – AAN regulares legais, em plena PP – Políticas públicas em Inteligência artificiais, unir e agregaram perspectivas, desenvolvimento em Índice de entornos humanos e económicos de mudanças e alcançados faz firmes e construtores – IDH em áreas de campus universitários públicos.

Referência bibliográficas

1. ENPESSAN , (2019). AAN – Alimentar adequadamente e nutricionalmente:Conceitos, percepção de comunidade acadêmica – Universidades. UFG, de 09 a 14 de setembro, 2019 Goiânia, XIV – ENPESSAN , UFG.

[Santos, Jusenildes Dos.,(2019). AAN – Alimentar – se adequadamente e nutricionalmente: Conceitos, percepção de comunidade acadêmica – Universidades públicas. University Europeia Atlantic. Iberoamericana. TICs – Projetos. Teologia e política – FCP. Docência prática, ENPSSAN – UFG, FIAN – Internacional do Brasil , 2019.]

MATRIMÔNIO – “Oração, súplicas ao Senhor dos céus que vos conceda-Os sua graça [ Advento – João Batista, Jesus e as figuras de Família – Isabel e Zacarias – Jose e Maria – Plano Salvífico”.


A meditação e contemplação Evangelho neste tempo de Advento, nos levar a reflexão da importância de família, e a porta de entrada para o Plano Salvífico de João Batista, pela identidade de profeta enviado por Deus, para início da Boa Nova – Aliança e Vinda do Filho de Deus – Jesus Homem, O Salvador pela graça da concepção em Maria, plena para o matrimônio, e consagração de José – Dinastia de Davi, depois de 14 gerações.

Sábia de consagrados

A Igreja sábia quando aconselha e justifica o matrimônio, pelo discernimento de indissolúvel, em sacramento, e em pôr possível nulidade canônica casos passíveis de erros humanos ao Pecador e pecadores (Ambos), em inconsciência ao prático de adultérios, a aliança é quebrada. O repúdio, a carta de divórcio civil, iluminados para não prática de adultério consagrados até a morte que os separe. É o reconhecimento de que a consagração é sagrada, e que nada pode os separar, de Rito sacro de mutualidade em prática de permitidos para a fé e espiritualidade, e não ao sofrimento de excluídos e negados, mais iluminados, sem tentações de sofrimentos, e incluídos ao Evangelho da luz, e pastoral de 2ª união.

Divórcio civil e repúdio – Mas consagração justificados pela separação de corpos – Aliança de vidas

A união de em uma só carne e sangue por aliança, não momentos desolações de casais, e família – Possível em uma carta civil de divórcio e falência de contratos civis, a quebra de aliança, pois Jesus, deixa ser meio de ligação com o Perdão sempre, até a morte de um, fim da aliança, segundo evangelho, pois ligados pelo selo do Espirito de Deus, e carne e sangue uma e juntas, possibilidade pelo dom fecundo de família e filhos, mais que a vida de prazer de separação de corpos, mais ligados pelo selo da presença divina, pela família que os ligou, e liga. Estes ritos indissolúveis máximos conscientes, não são nulitáveis permitidos e justificados, mais fortes pelo perdão e graça divina, que sempre se fará presente, reaviva-los a prática, assim permitem. A ágape, identidade de Deus, Os filos, da filiação Divina e fraternos enquanto filhos criaturas, e Eros, que fecundos, pelos lanços da carne e sangue, torna-se abertos para a graça de família e escolhidos e acolhidos nas Dádivas de amor, pelo Dar-se um ao outro(a).

Convite a reflexão – Evangelho e família

O mistério do nascimento de João Batista, o profeta do anúncio, e do Batismo, que apresenta ao povo, O salvador, Filho de Deus, em Dinastia de Davi. Da família os laços sólidos de vida de gerações a gerações, o quanto, é imprescindível, o perdão em Familiares, para a vida de Deus, que une pela carne, pelo sangue. O nome de João, batiza e dar identidade a Deus, as criaturas, os filhos, pela família. A dinastia de Davi, une as famílias e dinastias, ao plano de salvação divina, e nossa Senhora Maria, Santa Isabel, José, Zacarias – Em casamentos, são escolhidos e acolhidos pelo amor, e assim o Evangelho apresenta-se para:

• Escolher famílias em dinastias de amor – Jose e Maria e Zacarias e Isabel;

• Parto de tempo para as Mulher da graça – Se Estéril e idade avançada;

• Se jovem e desposada maria – Em repúdio pelo mistério da ausência e desconhecimento do Divino próximo de Jose

  • Mistério da fecundidade;

• Aos casais a presença de eternos no Espírito Santo;

• Desejos de pais;

• De Zacarias a Jose;

• Geração em geração, Davi;

• Os nomes escolhidos, pelo mistério e batizo consagrado do nome Judeu de João – Identidade de filhos e filiação de pais e Pai;

• Consagrados pelo sangue e carne nos filhos gerados;

• Alegria de Zacarias, e o segredo do Pai, e Jose no mistério de amor;

• A expiação e Fé em intimidade de orates, ao Pai;

• A visitação depois do nascimento de vizinhos – João pelos próximos e admiração do povo. E Jesus, pelos Reis magos (Presentes – Incenso, Ouro e Mira) e vizinhos, assinalando pela estrela reluzente no Oriente.

O encontro, e a visita de Maria a Isabel, primas pelo laço familiar, e Dinastia de Jose na identidade, une a presença de Santificação de Espírito avivando a gestação e milagres da vida, em Filhos da Salvação, pelo amor de casais.

O nascimento de João, a circuncisão de Zacarias e Santa Isabel, no tempo, com batizo na identificação do misterioso do nome, e a profecia – Batizar pela água, e encaminhar para o batismo de Jesus no Espírito Santo. João Santifica Jesus, e Jesus confirma presença Divina no Filho do Homem, sendo Deus – João sabe que Jesus, e a planificação de amor, pelas famílias – Casais de amor.

Sob graça de consagração

O matrimônio pelo sacro momento da obediência de crentes, ao dar- e em casal -Une -se pela carne e sangue, pela uma só carne e geração.
Essa graça envolve aos que acima de tudo tementes a Deus, aos que creem, não se deixam desolantes de práticas e enganosos de pecados, são maiores, que no Perdão dia a dia, a realidade não desfaz, a identidade de filhos e guiados pelo espírito Santo. Os horrores do desamor, e repúdios na ausência de Deus (Abertura ao pecado), desfaças a presença divina do amor, em casais.

A realidade mostra que o desfaces de satã e inimigo de harmonia de famílias é satisfação em desfazer famílias consagradas em Deus, com luz de alianças em Jesus, com O espirito por luz, faz escurecer discernimentos, e as justificativas pelas simples observações, faz parte da vida e negam:

* Manipulações demoníacas em simulações dramáticas de prática adultérios e negação do sagrado; *Possessões instruídas pelos carnais de mídias expõem crianças em representações e criatividades em cinemas;
*Games sonoros e imagens cinematográficas proporcionam a deformação em formação da personalidade de humanos juvenis e adolescentes pelo símplices e ignorância de permissão de normais, vai deformado a integridade de semelhantes e imagens de filhos a serem formados pelos casais e família, e não pelo pensar e palavra de mundo;

*Circuitos de televisão reproduzem exatamente, pela personalidade da criatividade de confusão, escuridão, guerras, possessões, cruzamentos e encontros com os inimigos do homem e Deus;

*A guerra do bem e do mal, sempre em Guerra, com os semelhantes próximos sendo distanciados pelas ausências de Deus, mais em guerras e impedimentos pela distância ao amor de filos, na ágape, próximos pelas afetividades e afetos em Eros, que os identificam pela também carne e sangue que os aproximam – Homem e mulheres.

Casamento, vistos e vividos – Aos perigos da idolatria

Assumir compromissos, alianças e amor, em detrimento de temor de Deus, coloca a idolatria humana, em posição a Deus ao seu divino lugar, identidade de criaturas, espoem ao negável – Filhos de Deus. Acende espaços humanos, na superioridade, e preenchimento total em Deus, mais afetivos e irmanados no Pai. Estes desígnios enganosos segundo Sto. nácio em EE, apresentam:

*Pelas seduções prazerosas, pela idolatria;

* A idolatria em tentativos a carne e desejos;

*As inclinações nas idolatrias de ascensões, defeitos humanos em pecados veniais em caminhos de conversão, e encarnados pelo amor a Jesus e plano de salvação – A fé de crentes.

Matrimônio e a palavra

1ª Plano esponsal de clã – Tb 6,12

Os valores familiares, continuavam e se perpetuavam em sangue e dinastias, de primos e parentes próximos, sob tutelas de clãs, onde as filhas eram dadas em matrimônios para continuar a prosperidades de patrimônios e bens dentro de clãs herdeiros em filhas e parentescos e nome de sangue, e bens dos clãs em família. Ate maldições eram quebradas, em culturas de casamentos não contínuos, e a dinastia concebia parentesco por irmãos, filhos e filhas posteriores por irmãos (as), além da esposa, desposada, perante ao lado consagrado de casamento. Dava-se em súplicas, orações e consagração antes de coabitarem e uni – se. Ate maldições eram expiadas e extintas. A família era um laço eterno, em suas posteridades, por geração a geração. Casamentos fora do parentesco, passavam a existirem mistura de sangues e carnes, haviam muitas maldições. Continuar na dinastia, eram planos de salvação. Estes clãs, se mantinham com valores e sangue abençoados por Deus, e faziam perpetuarem a cultura, e pelos laços de casamentos dentro da mesma família.

2ª Plano esponsal – Casamento misto

Somente dentro de dinastias, E não com estrangeiros, estrangeiras ou estranhos, não eram escolhidos – Não se misturavam, (Estr 9, 1).

3ª Plano esponsal Cristão nao crentes

A esposa escolhida, santifica o homem por marido e o esposo santifica a esposa, (1 Cor 7, 14).

4ª Plano esponsal – Indissolúvel.

“Portanto o que Deus uniu, o homem não deve separar. Moisés em carta repúdio – Carta de divórcio? (Adultério) – Dureza de corações. Não fazer sofrer, E nem sofrer a mulher, E casos de prostituições.

5ª Plano esponsal – Virgens – Virgindade

Casamento de virgens é bom ao homem não tocar e. Mulher…Evitar a formação, tinha cada homem a sua mulher e cada mulher o seu esposo. Uma mulher dispõe do corpo; mas é o marido quem dispõe. Do mesmo modo, o marido dispõe do corpo; mas é a mulher quem dispõe, não vos recusei ao encontro, e em comum acordo, oração, entregues a outro, uni- vos, sem tentações, inclinações e seduções, que corra o pecado não podeis alcances de luz e sal em testemunho de verdades no amor, e não egoísmos individuais do corpo e desejos onipotente. Pr orientação de São Paulo, aos povos e coríntios. Discípulos comunidades de Princípios do Cristianismo, morais e éticos deveres e direitos aos civis e sociedades, não como ordens, mais doutrinas a educação e tementes ao Senhor, e respeito aos mandamentos e instrução uns aos outros, dentro de comunidades sociais, mais exortação.

6ª Plano esponsal – Imagem da aliança Iahweh – Israel.

Em valores, (Os 1,2). O profeta Oséias para intermédio com Deus.
“Vai, toma para ti uma mulher que se entrega a prostituição e filhos da prostituição, pois a Terra afastou – se de Iahweh, se prostituiram a Terra Co constantemente. Aliança construída por símbolos entre gerações famílias. como esposa Deus – Israel ama Israel, sempre como esposa infiel (Povo), se prostitui e promessa de aliança através de Oséias profeta – Amor de Deus a Israel e os povos na idolatria (Culto de Cananeus aos ídolos humanos e a prostituição, Israel também se prostituição. Aliança de Oséias a Israel, w as relações de Iahweh com seu povo com prostituição e adultérios.

7ª Plano esponsal – Imagem da união Cristo – Igreja.

Aliança de Jesus como esposo da Igreja – e o paralelo e o modelo de casamento humano.

“Sedes submissos uma aos outros no temor de Cristo para sedes purificados pelo banho da água, e Santificação pela palavra com comparação. O homem cabeça da mulher, e Jesus da Igreja, é o Salvador do corpo, e a Igreja sujeita a Cristo, e mulheres aos maridos, E homens amai-vos nossas mulheres…

8ª Plano esponsal – Casamento de Judeus.

A mulher prometida, formada no seio de valores e virtudes de dons divinos, foi em família preparada, como mulher na dinastia de Davi. Maria a José, a ser desposada. O noivado desde pequena, e o noivo sentia responsável da esposa, pelo respeito fecundo, compromisso real, E dizia marido, o esposo por futuro ao desposada distante da família, seio de escolhidos e acolhidos, e não podia despesas a mulher antes do tempo de preparação de ambos, E principal mente da mulher, o homem aguarda. Messianismo e matrimônio Ao se reconhecer em Davi REI de seu povo, e Saimel II, da – se por súplicas e ora a Deus, ver e percebe ao messiânico do Senhor, a Davi e junto, pede a Deus instrução, perante Daí, responsável pelo povo de Deus, em sua Dinastia familiar. Samuel consagra sua casa com uma presença divina. A vinda do messias, com as profecias de Natã, em Davi, (2Sm 7, 1- 16). A sabedoria, é um tesouro inesgotável para os humanos; os que a adquirem atraem a amizade de Deus, recomendadas pelos dona da instrução, (Sb 7,34). Idolatria, a prostituição do povo – Uma cultura de subserviência aos Pecados A palavra neste trajeto de planos de profecias pelas mensagem e inspiração profética de mostrar e apresentar o quando o povos, e comunidades, políticas e reinados sem o temor a Deus, afastaram se de Deus, num plano familiares de condução aos caminhos de temores e cuidados se Deus, para próceres de construção e fecundos meios com virtudes e valores divinos e não mundanos, de idólatras e prostituição aos homens, na humanidade de filhos distante do Salvador, provindos no messianismo de profetas, em pré anúncios de preparação para vinda de Deus, feito homem. A humanidade, troca, as coisas, as dádivas as práticas divinas de amor muitos entre fraternos irmãos e famílias postadas ao matrimonio, União da mulher e homem na bênção de famílias. Valores construídos de família e casamentos, ao lugar de orientações e instruções para paz, longe e distante dos planos a serem defeitos de próstata se pelo corpo, valorização de supermulheres e homens, inclinados por sedutores e prazeres passageiros e ilusórios reais mundanos e pagãos, sem o dedo divino, contra a salvação messiânica de negação ao amor. Deus para todos com harmonia: Saúde, a doença; harmonia a Deus; O provedor do suor do trabalho, a concepção; O sexo de consagrados, ao adultério; A mentira a verdade; As seduções, a integridade a vida; paz, e não a maldade. A idolatria em prostituições, ameaça e negação a valores sem valorização e zelo pelo próximo. No amor, somos inclinados e formados a perfeição de amor, sem danos a personalidade, mais perfeitos na imagem e semelhança divinas. Bendito….Bendizei nos pelo amor Livra nos da morte recursos e correntes do pecado, assim sermos salvos pelo amor de plano se salvação e civilização do amor vos, nossos inimigos da desconstrução de vida plena, és a missão de adversários de afeição a Deus, em Jesus, mais a prestação de idolatreis humanas imperfeitas, não produzem vidas, mais declínio de semelhantes e imagens da divindade do senhorio, E temores ao Senhor. Os descaminhos de imersos conteúdos de desejos passageiros possuídos de prazeres que não são em humanos de vazios e desafetos, minis carências de amor e preenchimento de presença e intimidade, e identidade de Deus Criador. Idolatras, ao corpo, aos prazeres infecundos, ilusões…enganos. Distantes cada dia do amor maior. Prostituia valores, crenças, famílias, casamentos, filhos(os), patrimônios e tantas outras, corrompemos as almas, E Espírito divino, em templos vivos, seu amor presente em todo povo. Das trevas da morte de vivos, ao seu Sto. O nome, nunca deixamos sermos, dos inimigos da maldade. Igreja e Bem-aventurados do Passado Reconhecemos estes baluartes vivos e passados, de bens aventurados vividos e vivos, representam a vida nos principais e valores de amor em Cristãos e humanidades de Cristo. Para não erra: Santos e santas honraram e honra e guia a sua igreja mística de membros da Santa Igreja.

Graças ao misericordioso o coração de nosso Deus.

Louvores, reverências e orações:

“Virtudes, dons e nossas famílias significados. Na perfeição divinas. Louvado pelos casais, que vivem o eternas de filhos e filhas de consulados do consagrado no corpo, e sangue, em rituais de dados ao matrimônio para perfeitos no amor, valores de construção Nossa identidade de Cristãos e não pagãos sem valores.”

Referência bibliográfica

1. CEI -ITAICI., (2006). EE – Exercícios espirituais. Escritos de Santo Inácio. Org. trad. R. Paiva, SJ, Loyola, São Paulo, pp.132.
2. École biblique de Jerusalem. , (2019). Bíblia de Jerusalém. Org. Trad. Paulo Bazaglia. Paulus, São Paulo, pp.10-1269

[Santos,Jusenildes Dos.,(2019). MATRIMÔNIO – “Oração, suplica ao Senhor do céu que vos conceda-nos sua graça e proteção [Tb 6,18].” Advento – João Batista, Jesus e as figuras de Família – Isabel Zacarias – Jose e Maria – Plano Salvífico. University Europeia Atlantic – Iberoamericana. TICs – Projetos. Teologia e política – FCP. Docência práticas. 2019]

Robôs aplicativos financeiros irregulares: Haskell’ s resgates indevidos bancários – Privados, estatais permitidos vinculações de fraudes e indevidos.

Lava jato – ROBÔS resgates financeiros em aplicativos bancários como Haskell’s de desvios em indevidos e fraudes – Denúncia

Fraudes, indevidos de impostos, restrições bancárias vinculadas, tarifas institucionais e órgãos estatais, Benefícios consignados, CDCs, compartilhamentos fantasmas bancárias, casamentos civis fantasmas e contratos civis desconhecidos, consignados indevidos, contravenção de corrupção institucionais. Aplicativos contra e irregulares como regulares legais.


Esses resgates bancários, concentram grandes quadrilhas construídas em Haskell’s, em vínculos de salários benefícios de aposentados INSS e tarifas e impostos estatais e governamentais, além de nomes laranjas de inscrição fantasmas partidárias, IR e restrições de Fisco fantasmas estaduais, Fraudes consignados de bancos indevidos, tarifas bancárias indevidas com vínculos de restrições de outros, cartões de créditos e vinculações contábeis indevidos…


Uma faixada aplicada em golpes sucessivos de grandes corrupções com desculpas de fundos mentirosos, instituições governamentais para aplicarem os golpes, com permissão sem autorizações devidas e sem conhecimentos das pessoas inidôneas, com vinculações de gerências e segredos de justiças. Gerências bancárias regionais de Estados, vínculos de CPF,ID, dados bancários pessoais a conta bancária e ainda são usados para resgates bancários:


• Cartão de créditos e confirmação de dados, para indevidos; restrições bancárias; faturas de enérgia; faturas indevidas de água estatais; faturas de telefones; Benefícios INSS em aposentados e outro a; O CPF; Restrições e rastros indevidos são cobrados, a exemplos: IR e receitas com fisco tarifários indevidos acima dos pwrmitidos; Descontos acima de taxação em impostos.


• Órgãos e corporações estatais de governos, procedem resgates de somas altas com estes vínculos bancários.
Atenção Lava jato, esses procedimentos vem crescendo. O bancários sofrem haskell ‘ s com permissão de bancos, E órgãos de governos, que mantêm fundos de resgates indevidos em corrupção violando direitos humanos. PROIBIDOS INDEVIDOS. Bancos permitem indevidos e compartilhamos, sendo lavados contraventores contábeis.


Laranjas bancárias inidôneas e benefícios INSS de aposentados. Consignados compartilhados indevidos; fraudes de vinculações de tarifas mentirosa. Compartilhamos de metades de salários; fantasmas de registros e resgates de fundos indevidos partidários; impostos indevidos; tarifas indevidas e com restrições plantada de Haskell’s; Inclusões de nomes de pessoas em confirmações de CPF de outros; CPF inidôneos; Boletos bancários e juros com fraudes vinculados; compartilhamos aposentados solteiros para vínculos de casamentos fantasmas via bancos estatais e privados; CDCs fraudes e indevidos; Rastros de CPF, E etc. INSS e fraudes laranjas de aposentadorias indevidas e fraudes a outras regulares compartilhadas para lavar fundos perdidos indevidos; Despesas de bancos privados e estatais com indevidos; Tarifas bancos com fraudes incalculáveis indevidas a contas e agências.


Estes e outros indevidos usados não legais irregulares em Robôs e vínculos de celulares com redes de redes com e- mail endereços on line, em redes vinculados para roubos e assaltos robôs bancários permitidos. ABUSOS DE PODER PARA CONTAS BANCÁRIAS E IMPOSTOS, TARIFAS E VINCULOS INDEVIDOS COM FRAUDES.
Lava jato ativa, nestas fraudes e indevidos- Denúncias


[Santos, Jusenildes dos.,(2019). Robôs aplicativos financeiros irregulares:…   University Européia Atlantic – Es. Iberoamericana – Br . TICs – Projetos. Teologia e política – FCP. Docência em práticas, 2019.]